12 de dez de 2014

[ESTUDO]: Obesidade é Responsável por 500 mil Casos de Câncer Anualmente

Posted by Semeando Paz on 12.12.14No comments


As pessoas devem se envolver em um estilo de vida integralmente ativo e saudável

É uma triste verdade que tanto os Estados Unidos e a população mundial estão se tornando mais gordos. Parece que a cada ano que passa, as taxas de obesidade aumentam - a qual acende toda uma série de outras doenças. De fato, um relatório da agência de investigação do câncer da Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que a obesidade é hoje responsável por cerca de 500.000 casos de câncer a cada ano.
O relatório, o qual foi publicado na revista médica Lancet Oncology, reuniu informações de 184 países.

"Entre as mulheres, os cânceres de mama na pós-menopausa, de endométrio e cólon foram responsáveis ​​por quase três quartos (250.000 casos) de cânceres relacionados com a obesidade, enquanto o cânceres de cólon e rim foram responsáveis ​​por mais de dois terços (cerca de 90.000 casos) de câncer relacionados com a obesidade em homens."

Os cientistas levantaram a hipótese de que a obesidade e o sobrepeso desencadeiam o câncer pela mudança dos níveis de insulina, glicose e hormônio, e aumento da inflamação crônica. Isto é considerado ser mais comum e provável de ocorrer nos corpos das mulheres.

Eles também observam que um alto índice de massa corporal (IMC) - o peso de uma pessoa em quilos dividido pelo quadrado da sua altura em metros - é agora um fator primário determinante no risco de câncer.

Para a pesquisa, os cientistas focaram sobre o "número de cânceres causados ​​pela obesidade". Estes incluem o câncer do: esófago, cólon, reto, rim, pâncreas, vesícula biliar, da mama na pós-menopausa, ovário e endométrio.

A pesquisadora-chefe do estudo da Agência Internacional de Investigação sobre o Câncer, disse:

"Para as mulheres, nós sabemos que há mais cânceres localizados que estão relacionados com a obesidade, como o câncer de mama pós-menopausa, mas também o câncer de mama e o câncer de útero. Então, esses são os cânceres muito comuns que estão afetando apenas as mulheres. É por isso que consideramos este peso mais elevado".

Ela acrescentou:

"Nossas descobertas adicionam suporte para um esforço global para combater as tendências crescentes na obesidade. A prevalência mundial de obesidade em adultos dobrou desde 1980. Se esta tendência continuar, ela certamente vai aumentar a carga futura de câncer, particularmente na América do Sul e Norte de África, onde os maiores aumentos na taxa de obesidade têm sido vistos ao longo dos últimos 30 anos".

Christopher Wild da Agência Internacional de Investigação sobre o Câncer da OMS, explica como os resultados apontam para uma reforma de estilo de vida tão necessária entre a população em geral. Agora parece ainda mais importante se exercitar regularmente, comer alimentos saudáveis, alimentos integrais, e se envolver em um estilo de vida integralmente ativo e saudável.

"É esperado que o número de cânceres ligados à obesidade e o sobrepeso aumente a nível mundial, juntamente com o desenvolvimento econômico".

De acordo com o estudo:

"Em todo o mundo, estima-se que 481 000 ou 3,6% de todos os novos casos de câncer em adultos (com idade entre 30 anos ou mais, após o período de defasagem de 10 anos), em 2012, eram atribuído ​​ao IMC elevado. A poliose adenomatosa familial (PAF) foi maior em mulheres do que em homens (5·4% contra 1·9%). A carga de casos atribuíveis foi maior em países com índices muito alto e alto desenvolvimento humano (IDH; PAF 5·3% e 4·8%, respectivamente) do que naqueles com moderado (1·6%) e de baixo IDH (1·0%). O câncer de colo uterino, de mama pós-menopausa e de cólon representaram 63·6% dos casos de câncer atribuíveis ao IMC elevado. Um quarto (cerca de 118.000) dos casos de câncer relacionados ao IMC elevado em 2012 podem ser atribuídos ao aumento do IMC a partir de 1982".

O estudo também constatou:

* Cerca de 65 mil casos foram registrados na Europa
* Uma taxa de mortalidade de 50 mil na China
* 6.000 casos de câncer por ano no Canadá

O Dr. Benjamin Cairns, da Universidade de Oxford, no Reino Unido, escreveu:

"Se 3,6 por cento de todos os cânceres estão associados ao [sobrepeso e a obesidade], o que é quase meio milhão de tipos de câncer, todavia este número é enorme, principalmente porque a população mundial é enorme. Os recursos globais de saúde especificamente para a prevenção do câncer não são tão grandes, e os recursos dirigidos a obesidade devem ser equilibrados com as de outras causas importantes do câncer, particularmente as infecções e o uso do tabaco, que são cada qual associados com proporções muito maiores de casos".

O Dr. Darren Brenner, que trabalha no Alberta Health Services e não está ligado ao estudo publicado pela Lancet Oncology, disse:

"No Canadá, trabalha-se com cerca de 6.000 casos de câncer por ano que são atribuíveis ao excesso de peso. Então, quando nós pensamos sobre isso nesses termos absolutos, eu acho que é muito, muito importante que as pessoas levem estes resultados a sério".

Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2014/12/estudo-obesidade-e-responsavel-por-500-mil-casos-de-cancer-atualmente.html#ixzz3LhZlyMM3
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário