26 de jul de 2014

Teia gigantesca de aranhas em árvores está reduzindo os casos de malária no Paquistão

Posted by Semeando Paz on 26.7.14 1 comment



Aranhas, fugindo de grandes enchentes, estão fazendo verdadeiros espetáculos naturais.
O território paquistanês enfrentou em 2010, uma de suas maiores enchentes; praticamente um quinto do país ficou submerso. As inundações vitimaram 2.000 pessoas e outros 20 milhões estão desabrigadas.

Para escapar das águas, milhares de aranhas subiram até a copa das árvores. Como o nível das águas demorou a baixar, as árvores se encontram atualmente repleta de teias.

A situação atípica está matando lentamente os vegetais, mas de acordo com o Departamento Britânico para Relatórios de Desenvolvimento Internacional, as teias de aranha reduziram as populações de mosquitos. Os habitantes de Sindh – uma das regiões mais afetadas – afirmaram que neste ano há menos mosquitos do que o aguardado, devido a grande quantidade de água parada.

Provavelmente os mosquitos ficaram presos nas teias. Com a diminuição no número de insetos caíram também os índices de casos de malária e outras doenças transmitidas pelos mosquitos.
http://www.jornalciencia.com
Reações:

Um comentário: