2 de jul de 2013

Xiiiii........Em audiência, vítimas do pastor Marcos Pereira confirmam que religioso abusava delas


Uma das vítimas da pastor Marcos Pereira da Silva, acusado de estuprar duas fiéis da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, confirmou, durante audiência nesta segunda-feira, que sofreu abusos cometidos pelo religioso. A vítima disse ainda que via o pastor como “um enviado de Deus” e sentia medo de deixar a igreja e ir para o inferno. Além disso, ela temia ser morta pelo pastor. As informações são da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio.
O depoimento da jovem durou duas horas e meia. Foram ouvidas ainda três testemunhas de acusação, que também afirmaram terem sofrido abusos pelo pastor quando eram da igreja. Duas delas -menores de idade na época dos crimes - relataram ainda que eram obrigadas a participar de orgias.
Os advogados de Marcos Pereira ouviram ainda duas testemunhas de defesa: a secretária da igreja e uma frequentadora. A secretária afirmou que a vítima do processo parecia viver bem e feliz quando morava na igreja e ambas declararam desconhecer qualquer fato que comprometa a conduta do pastor. O processo, agora, entrará na fase de alegações finais e depois irá para sentença.
Outro caso
Em audiência no último dia 17, em outro processo respondido pelo pastor, uma das vítimas que acusou o religioso em depoimento à polícia, voltou atrás e disse que não havia sido vítima de estupro. A ação corre na 1ª Vara Criminal de São João de Meriti. Apesar disso, o Ministério Público vai dar prosseguimento à denúncia, amparado por uma gravação, que passou pela perícia da polícia e está anexada ao inquérito. Além disso, a promotora Luciana Barbosa Delgado alegou, via assessoria de imprensa, alegou que a vítima não justificou o motivo de ter mudado de versão. Para o MP, houve coação no curso do processo.
Processos
O pastor é investigado em três ações diferentes: dois por estupro e um por coação no curso do processo. Dois fiéis da Assembleia de Deus dos Últimos Dias também foram presos, acusados de terem coagido uma vítima que diz ter sido estuprada pelo pastor.
 http://extra.globo.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário