15 de fev de 2015

Crianças expõem rede pedófila satânica em escola e igreja no Reino Unido

Posted by Semeando Paz on 15.2.15No comments

Um dos maiores escândalos da história do Reino Unido está se preparando para explodir no momento. Vídeos de duas crianças partilhando as suas experiências ocorrentes de abuso sexual e a matança ritual de bebês por um grupo sofisticado de pedófilos estão se tornando virais em todo o mundo. Os abusadores relatados incluem o pai das crianças, seus professores da escola, os serviços sociais do Reino Unido, membros da polícia, e muitos mais. Todos os membros deste grupo ainda estão foragidos e uma mídia massiva de acobertamento está em curso.



A realidade do satanismo e anéis de pedofilia organizados foi exposta ao longo de décadas por sobreviventes e os denunciantes, como pelo ex-chefe do FBI Ted Gunderson. Um caso particular deste terrível abuso foi recentemente exposto por duas vítimas, Gabriel de 8 anos e Alisa de 9 anos.

Veja um trecho da entrevista com as crianças neste vídeo (em inglês).

"Meu pai mente para minha mãe. Ele não apenas nos vê aos sábados. Ele nos vê todos os dias na escola, onde eles fazem sexo com a gente."

Isso é o que Alisa disse sobre seu pai britânico, depois de revelar como ela mesma e seu irmão Gabriel estavam sendo abusados sexualmente desde tenra idade. Sua mãe russa tinha um histórico de violência doméstica com ele, que incluiu cinco chamadas a policiais e 3 relatórios arquivados. Mas ela nunca esperava que ambos os filhos o identificassem como o líder de um culto satânico de abuso infantil, em que estavam sendo abusados regularmente e forçados a participar de sacrifícios rituais em sua escola e igreja.

A mãe há muito tempo percebeu sinais de infelicidade, raiva reprimida e estresse em seus filhos, mas nunca suspeitou da causa subjacente. Somente em agosto de 2014 que ambas as crianças disseram a verdade para sua mãe e seu parceiro, depois que ambos perceberam um comportamento sexual e agressivo preocupante nas crianças.

A mãe relatou os crimes à polícia de Barnet em 5 de Setembro de 2014 e os exames médicos de ambas as crianças confirmaram o abuso sexual e violência. Uma semana após o crime ter sido relatado, os filhos foram levados sob custódia "protetora" e 6 dias depois, por razões desconhecidas, retiraram suas alegações.

Apesar da evidência física de abuso, a polícia encerrou o caso como "crime não confirmado." As autoridades não vão liberar as crianças para a mãe ou avós, mas eles aumentaram a quantidade de visitas permitidas pelo pai - apesar dos filhos alegarem que o pai repetidamente ameaçou matá-los se eles contassem tudo.

Autoridades encobrindo os fatos?

De acordo com as crianças, os serviços de polícia e de crianças estão no meio disso, o que explicam por que, em suas próprias palavras, "a polícia não está ajudando."

Aparentemente, a explicação dada pelas autoridades foi que as crianças fizeram a sua história a partir do filme "A Máscara do Zorro." Este filme foi supostamente usado em outro caso para refutar acusações de abuso de crianças. Reuniões privadas entre as autoridades locais e o juiz já estavam acontecendo por trás das costas da mãe, o que sugere que uma possível agenda ulterior já estava em curso.

A mãe, desde então, lançou dezenas de nomes, endereços, números de telefone e detalhes concretos das pessoas supostamente envolvidas.

Clique AQUI para ver um resumo detalhado do que foi descoberto até agora (em inglês).

As crianças estão dizendo a verdade?

Há muito debate sobre se deve ou não toda esta história ser uma invenção. No entanto, ouvir as crianças descreverem as suas experiências em vídeo nos convence da validade de suas reivindicações.

Eis o porquê:

A representação precisa das suas experiências, a forma como eles nunca hesitam quando perguntado sobre mais detalhes, como eles tomaram a iniciativa no fornecimento de informações e pensamentos pessoais sem constantemente precisar de perguntas para iniciar respostas, e a forma como eles inesperadamente trazem detalhes adicionais e assumem o controle da conversa - nos prova que eles estavam se referindo ativamente à suas próprias memórias. Sem mencionar explicitamente o seu conhecimento detalhado da existência de tais atos pervertidos em uma idade muito jovem ...

Alguns dizem que se fosse verdade, as crianças iriam soar mais traumatizadas. No entanto, eles disseram que tinham se acostumado a isso. Existem outras entrevistas de crianças vítimas de violência satânica afirmando que, como filhos, eles acreditavam que era "normal" e acontecia em "todas as famílias", porque é tudo o que sempre souberam. Dito isto, é possível tornarem-se insensíveis à violência e abuso.

Veja a compilação da entrevista abaixo (em inglês)



Palavras da mãe e um amigo

"Eu acredito que a maioria das informações que meus filhos revelaram é verdade. Não há nenhuma maneira que uma criança poderia criar uma história como essa, com tantos detalhes intrincados ... Está fora de questão que o Sr. Christie ou eu iríamos treinar as crianças a dizer coisas assim. Nenhum de nós jamais iria colocar as crianças nisso, por qualquer motivo, e criar tal situação inacreditável para nós mesmos. Mesmo que supostamente lhes orientássemos a dizer isso, as crianças dessa idade não poderiam repetir a mesma história mais de uma vez para os diferentes adultos em circunstâncias diferentes, sem hesitação ou alterar os detalhes. Embora saibamos que eles têm retraído suas declarações, as crianças ainda, mesmo agora continuam a voltar para a mesma história e os detalhes, enquanto que na assistência social, tornou-se insuportável para a zeladora deles, Carol, cuidar deles. Ela não quer mais fazer isso."
Trecho da entrevista com as crianças, traduzido para o português:

Oficial: todos os serviços sociais?
Crianças: todos os serviços sociais, donos de lojas, todos os cafés, pizzarias, McDonalds...
Oficial: o que eles fizeram a vocês?
Crianças: eles fizeram sexo. Eles me tocaram...
Oficial: Quem? Quem fez isso?
Crianças: papai, todos...
Oficial: sua mãe fez isso?
Crianças: não
Oficial: eu fiz isso?
Crianças: não
Oficial: quem faz isso então?
Crianças: papai, Sr. Collins... a Escola!
Oficial: diga-nos mais pessoas!
Crianças: pais, policiais...
Oficial: entre os professores da escola, quem é o principal?
Crianças: papai, Sr. Collins... Sra. ______ (?)
Oficial: quem é essa Sra.?
Crianças: ela é a professora-chefe! Da nossa escola.
Oficial: O que ela faz?
Crianças: ela faz sexo com a gente.
Oficial: o que acontece na igreja?
Crianças: nós fazemos ritual de sacrifício com bebês.
Oficial: o que significa ritual de sacrifício com bebês?
Crianças: nós matamos o bebê... e bebemos o sangue dele.
Oficial: vocês fazem isso juntos?
Crianças: sim, e dançamos com os crânios.
Oficial: vocês o que??
Crianças: dançamos com os crânios, na igreja.
Oficial: que crânios??
Crianças: os crânios dos bebês.
Oficial: e quem mata o bebê?
Crianças: papai e nós.
Oficial: ele faz vocês fazerem isso?
Crianças: sim! Ele nos diz pra segurar a faca, e ele segura nossa mão, e então ele corta o bebê lateralmente, ele deixa ele de ponta cabeça e nós bebemos o sangue.
oficial: e então o que eles fazem?
Crianças: eles cozinham e bebemos o sangue e então dançamos com os crânios...
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário