17 de out de 2014

Esta muito dificil ..............Segundo debate em frases: menos propostas e mais ataques veja.

Posted by Semeando Paz on 17.10.14No comments

  • 16 outubro 2014
Aécio e Dilma trocaram farpas no debate e falaram pouco sobre propostas
Dois dias após o primeiro encontro dos presidenciáveis no segundo turno, mais um debate entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) terminou com uma enxurrada de ataques entre um e outro. Agressivos, os dois trocaram acusações e insinuações o tempo todo e, de novo, trouxeram poucas propostas para discussão.
O debate desta quinta-feira exibido pelo SBT e produzido pelo canal em conjunto com Uol e Jovem Pan foi o mais curto em comparação com os outros – teve apenas 1h30 de duração em três blocos com perguntas e respostas com temas livres entre os candidatos. Tempo suficiente, porém, para que o clima esquentasse entre Dilma e Aécio no estúdio.
Acusações de corrupção foram feitas pelos dois lados - esse foi um dos temas que mais dominaram o embate. Insinuações sobre "mentiras" de um e outro também foram recorrentes.
"Fale a verdade, o Brasil não merece a campanha que a senhora está querendo fazer", disse Aécio. "O senhor manipula as palavras. Se acha acima de qualquer crítica ou avaliação", opinou Dilma.
Entre as propostas dos dois candidatos, nenhuma foi detalhada ou discutida por mais tempo. Tanto Dilma, como Aécio, apenas mencionaram de forma breve alguns dos projetos na área de educação e segurança que implementariam no Brasil caso fossem eleitos – propostas para outras áreas ficaram de fora.
A BBC Brasil selecionou algumas das frases mais polêmicas do debate desta quinta que ajudam a contar como foi a disputa entre Dilma e Aécio no SBT.

Frases

Sobre corrupção

Dilma: "Essa é a diferença entre nós, candidato. Eu investigo e ajudo a punir"
Aécio: "Candidata, não me meça com sua régua. Governei Minas Gerais com honradez, a senhora está desrespeitando o estado de Minas Gerais com as acusações absurdas:"
Dilma: "Candidato, o senhor tem dois pesos e duas medidas. Eu nunca engavetei, candidato, eu não jogo para baixo do tapete.
Aécio: "Todos os casos são investigados, se as pessoas não foram presas é porque não foram consideradas culpadas"

Sobre Inflação

Dilma: "Eu não vou combater a inflação com os métodos do senhor. Que é desempregar, arrochar o salário e não investir."
Aécio: "Como nós vemos a candidata tem sempre uma justificativa, mas não tem nenhuma solução"

Ataques

Dilma: "Não coloquei Minas Gerais como se fosse o senhor. Minas não é o senhor. Eu nasci em Minas e saí de lá não foi pra passear no Rio de Janeiro. Saí porque foi perseguida"
Aécio: "Olhe para o futuro, tire os olhos do retrovisor do passado, pense nos brasileiros"
Dilma: "O senhor manipula as palavras. Se acha acima de qualquer crítica ou avaliação"
Aécio: "Fale a verdade, o Brasil não merece a campanha que a senhora está querendo fazer."

Propostas

Entre as poucas propostas apresentadas, os únicos temas abordados pelos candidatos foram educação e segurança pública.
Na Segurança Pública, Dilma Rousseff voltou a dizer que irá adotar o plano executado na Copa do Mundo, em que forças de segurança do governo federal atuaram em conjunto com os governos estaduais nas 12 cidades-sede.
Dilma e Aécio falam pouco sobre propostas e se atacam bastante no segundo debate
"Considero, candidato, que é muito importante que o governo federal deixe de ser complementar e passe a ser estratégico na questão da Segurança Pública. Nós tivemos uma ótima experiência durante a Copa com os doze estados", disse a petista.
Já Aécio citou o "Plano Nacional de Segurança Pública" que está em seu programa de governo.
"Eu tenho um projeto, candidata, que tramita desde 2011 no Congresso Nacional, que seu partido infelizmente não permitiu que fosse aprovado, que garante que aquilo que é aprovado no orçamento para a Segurança Pública seja efetivamente gasto em parcerias com os estados, transferidos mensalmente. Essa é uma das propostas", comentou Aécio.
Na educação, Dilma citou que irá ampliar dois programas sociais implantados no seu governo – o Prouni e Pronatec. Aécio, por sua vez, citou a "Nova Escola Brasileira", que está em seu programa de governo, mas não especificou detalhes sobre o projeto.
"Eu quero fazer a nova escola brasileira. Uma escola que ensine, prepare o aluno e o jovem para os desafios da vida que certamente estão por vir", disse.

Temas polêmicos

Os momentos mais tensos do debate aconteceram quando Dilma Rousseff e Aécio Neves trocaram ataques pessoais. O primeiro foi sobre nepotismo, quando Aécio mencionou o irmão de Dilma, Igor Rousseff, ao responder ataques sobre parentes que estariam trabalhando na sua campanha ou em cargos públicos.
Segundo debate entre os presidenciáveis antes do segunto turno teve mais ataques
"O senhor empregou um irmão, um tio, três primas e três primos. É disso que se trata, candidato. Eu nunca fiz isso na minha vida", disse Dilma.
"A senhora conhece Igor Rousseff, candidata? Seu irmão. Ele foi nomeado pelo prefeito Fernando Pimentel no dia 20 de setembro de 2003, e nunca apareceu para trabalhar, candidata. Agora nós sabemos por que a senhora disse que não nomeou parentes no seu governo. A senhora pediu que os seus aliados o fizessem", respondeu Aécio.
Outro ponto alto do debate foi quando Dilma fez uma pergunta sobre Lei Seca ao candidato tucano.
"Candidato, eu queria saber o que senhor acha e como o senhor vê essa questão da Lei Seca e se todo cidadão que for acionado, que for solicitado, deve se dispor a fazer exame de álcool e droga?"
Aécio rebateu: "Candidata, tenha coragem de fazer a pergunta direta. A senhora traz nesse debate, talvez pelo desespero, e tenta deturpar um tema que tem que ser colocado com absoluta clareza. Eu tive um episódio sim, e reconheci. Eu tive um episódio que parei numa Lei Seca porque minha carteira estava vencida e ali naquele momento inadvertidamente não fiz o exame e me desculpei disso."

BBC
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário