20 de jul de 2014

VOCÊ DEFENDE A MACONHA?


Maconha — comprovados prejuízos
Paulo Roberto Campos
Praticamente todos os dias surgem notícias relativas ao agravamento do problema das drogas
no Brasil. O número de dependentes cresce diariamente e, em muitos casos, tal dependência é gerada a partir do uso da maconha.
         Apesar de muitos “maconheiros”, e mesmo alguns que não experimentaram os efeitos da
erva, contestarem os malefícios da cannabis, alegando que o “baseado é droga leve”, ela tem se revelado como porta de entrada para drogas ainda mais nocivas, como a cocaína, heroína, crack, oxi, etc. Neste sentido, abundam testemunhos de usuários que começaram pela maconha e encontram-se viciados em “drogas mais pesadas”, sem falar do gravíssimo problema do envolvimento com o narcotráfico.
Sobre os preocupantes malefícios da maconha, uma matéria muito bem fundamentada, de autoria de pesquisadores norte-americanos do "National Institute on Drug Abuse", foi publicada no dia 5 de junho no "The New England Journal of Medicine" — revista da Sociedade Médica de Massachusetts (EUA), uma das mais prestigiosos do mundo.
O estudo comprova os danos que causam o THC — sigla de tetra-hidrocanabinol, substância que se encontra nas folhas da cannabis. Entre diversos malefícios da maconha, os pesquisadores revelam que 9% dos usuários ficam dependentes, causando neles crises de abstinência e, em consequência, irritabilidade, insônia, instabilidade de humor e ansiedade.
         Segundo os mesmos pesquisadores, os “maconheiros” apresentam menos conexões entre neurônios em áreas específicas do cérebro, que controlam funções como aprendizado e memória; que o uso regular da maconha aumenta o risco de crises de ansiedade, depressão e psicoses, sobretudo em pessoas com vulnerabilidade genética; provoca inflamações das vias aéreas; danifica as artérias e predispõe ao infarto e ao derrame cerebral.
         Em razão do conhecimento real dos graves prejuízos provocados pela cannabis, torna-se incompreensível que ainda haja pessoas — até mesmo entre figuras que desejam aparecer como “moderninhas” e tidas no Brasil como intelectuais — que defendam a descriminalização da droga e que ainda se autorize “Marchas pela legalização da maconha”.
(*) Paulo Roberto Campos é jornalista e colaborador da ABIM.

Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM)

COMENTANDO
ESSES DADOS ALTAMENTE CONFIÁVEIS SERÃO REPASSADOS E DEFENDIDOS POR TODOS AQUELES QUE POSSUEM INTERESSE EM LIBERTAÇÃO, CRESCIMENTO DA CONSCIÊNCIA, CONVIVÊNCIA HUMANA DE ALTA QUALIDADE DE VIDA PARA TODOS, COM SAÚDE, SEGURANÇA E PROSPERIDADE.
SOMENTE ESCRAVOCRATAS QUE DESEJAM TER ANESTESIADAS SUAS VÍTIMAS PARA MELHOR SUGAR-LHES O SANGUE DEFENDERÃO A DIFUSÃO DESSA DROGA.
 
http://mariosanchezs.blogspot.com.br/

Reações:

3 comentários:

  1. Olá Semeando....boa noite!

    Você me conhece e sabe que jamais iria passar algo a você que fosse duvidoso ou enganoso.....essa matéria pela primeira vez terei que discordar não de vc, mas somente da matéria.
    Essa matéria está verdadeiramente longe da verdade histórica da Cannabis.....eles fazem experiencias em pessoas já toda transtornadas e quando isso acontece a maconha vem bem depois para os mesmos possam se livram por um tempo de sua vida tomada por desespero e angústia....e que tudo que essas pessoas atravessam não vem em decorrência da maconha, mas sim, de como o indivíduo se encontra em relação a própria vida que leva.....e tem mais Semeando.....essa maconha q as pessoas se utilizam não são puras, são misturadas com outros tipos de substâncias tóxicas e é isso q acaba viciando as pessoas, poque a cannabis em si, ela é inteiramente benéfica em tudo. Se você não sabe.....os dois ex-presidentes Thomas Jefferson e George Washington decretaram em sua época uma lei em q toda a nação plantasse a erva para consumo geral....e inclusive os dois eram usuários da mesma. Porque os dois sabia e conheciam o poder que essa erva tem em relação a todos os problemas de saúde existentes no país e no mundo. Só que com o tempo a cannabis foi marginalizada e que até hoje se perpetua como uma "droga" uma porta de entrada para as demais drogas.....mas na verdade nunca foi isso, sem essa erva pelo caminho, se deu a maior de todas as drogas no mundo...a indústria farmacêuticas mundial gerando e ganhando lucros astronômicos as custas de suas próprias drogas legalizadas.....e que a muito tempo a cannabis vem levando a fama covardemente de droga....sendo q na verdade seria a solução para todos os problemas de saúde.
    Você sabia que com a Canabis se poderia fazer quase tudo e de excelente qualidade a base da erva....como por exemplo as roupas que vestimos, e que sairia extremamente mais barato tbm, porque a cannabis nasce em qq lugar! se não me engano no século retrasado a cannabis era usado como remédio, nas farmácias....vc sabia disso?! E nas farmácias da época não se tinha essas inumerosas drogas que diz ser remédio. Porque só a cannabis já atendia todos os casos de doenças existentes na época!
    E se hoje a cannabis fosse liberada desde a época dos ex-presidentes Thomas Jefferson E George W. se evitaria milhões e milhões de pessoas que já morreram desde sua proibição!

    http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/06/cannabis-reduz-convulsoes-e-pode-ser.html

    http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/01/tratamento-com-maconha-medicinal.html

    ResponderExcluir
  2. http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/06/menina-de-6-anos-trata-epilepsia-usando.html

    Olha esse tbm....fantástica matéria! Pra vc ver como a população foi inteiramente condicionado a tudo, crenças em inversão....onde deixamos a verdadeira cura para apenas abraçar as promessas contrárias ao objetivo, onde a mentira fabricada é livremente vendida e bem paga....onde os intentos disso tudo é colocar a humanidade que vemos hj a merce de todo esse engano que tem matado milhões de pessoas no mundo todo......as maconhas estão de fato nessas agencias que vendem doenças que acarretam lentamente a morte!

    By by Semeando!!!

    ResponderExcluir
  3. Valeu a dica Liberte Sua Mente!
    Vou pesquisar sim!
    By

    ResponderExcluir