22 de jul de 2014

"As crianças precisam mais de exemplos do que de conselhos"


Joubert, um escritor francês, escreveu um dia uma frase que ainda hoje me inspira: "As crianças precisam mais de exemplos do que de conselhos". Não é fantástica? Para mim, enquanto pais não nos podemos (mesmo) ficar só pelas palavras, há que dar o exemplo.
 
É isso que tenho tentado fazer é educar  através do exemplo. E a verdade é que fico imensamente feliz, quando, por sua iniciativa, ela já quer realizar actividades que poderão aumentar a sua felicidade.
 
Sinto que está a aumentar a sua capacidade para apreciar as pequenas coisas, quando me diz: "Mamã! Olha só para as cores do céu. Estão ou não estão espectaculares?", "Mamã, podemos ver fotos de lugares bonitos?" ou ainda "Esta comida que fizemos (ela adora ajudar-me na cozinha) está mesmo deliciosa!".
 
Sinto que está a aprender sobre gratidão, quando não se deita sem me pedir "Mamã, não te esqueças, temos de dizer 3 coisas boas que aconteceram hoje!".
 
Sinto que começa a praticar mais actos de bondade quando me diz: "Mamã, tens de ajudar aquele menino!" (frase que me disse nas férias, no estrangeiro, ao ver uma criança a tirar comida do lixo), "Mamã, vamos fazer uns bolinhos para oferecer ao vizinho" (vizinho que perdeu a esposa recentemente, que por sua vez, fazia uns biscoitos maravilhosos).
 
Sinto que começa a entender que somos mais felizes onde não paira a confusão de objectos, quando me diz: "Mamã, e que tal se fizéssemos uma «brigada anti-tralha»?" (nome que chamamos a nós mesmas, quando nos pomos a organizar coisas cá por casa).

Sinto que começa a apreciar actividades que acalmam/previnem o stress, quando me pede "Podemos fazer um banho de espuma, com música relaxante?" (com sons da Natureza e assim), "Vá mamã, fecha os olhos e vamos imaginar coisas boas" (trata-se de "visualização criativa", normalmente até é feita durante o dito banho); "Mamã, vamos relaxar! Eu faço-te uma massagem nas costas e a seguir fazes-me tu a mim!".
 
Sinto também que prefere momentos mágicos em família, a ver televisão ou a brincar com as bonecas (claro que ela também adora estas duas últimas coisas). Praticamente todos os dias, após o jantar, fazemos algo divertido em conjunto.
 
Ainda há muito para aprender, muito caminho a explorar... (da minha parte e da dela). Mas o importante é que ela seja feliz. Como mãe, é sem dúvida o meu maior desejo!

Foto: Manja Nelius
http://manualdafelicidade.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário