4 de jun de 2014

Estamos próximos da 6ª extinção em massa, alertam cientistas

Os cientistas advertiram que o fim pode estar próximo para muitas espécies, e que o nosso planeta está no caminho certo para a sexta extinção em massa.
A Terra já havia sofrido cinco eventos de extinção em massa, o pior deles há 250 milhões de anos, quando 96% das espécies marinhas e 70% das espécies terrestres foram aniquiladas.
Agora, eles acreditam que a combinação de mudanças climáticas, a destruição de habitats naturais e a circulação de animais para novos lugares está levando muitas espécies à extinção.
O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) disse em 2007 que 20 a 30% das espécies vegetais e animais enfrentam um maior risco de extinção se a Terra continuar a ficar mais quente, e agora uma cientista explorou o que aconteceria se a taxa de extinção for acelerada.
Elizabeth Kolbert disse que a química da mudança dos oceanos é, possivelmente, o maior fator na ladeira escorregadia para a extinção em massa.
Um terço do dióxido de carbono bombeado para o ar por seres humanos fica preso nos oceanos, desestabilizando enormes corpos de água e perturbando os animais que vivem nos oceanos.
"Quando as pessoas tentam reconstruir a história dos oceanos, a melhor estimativa é que o que estamos fazendo para os oceanos tem o potencial de criar uma mudança que não foi vista nos últimos 300 milhões de anos", ela disse.
E mudanças na química dos oceanos estão associadas com algumas das piores crises de extinção da história.
Ao estudar as criaturas que sobreviveram aos eventos de extinção em massa, os cientistas estão tentando descobrir quais espécies são susceptíveis de sobreviver a uma sexta extinção em massa, com base em suas características. Eles acreditam que a mudança climática está tendo um enorme efeito sobre espécies diferentes, mas com base em pesquisas recentes, eles sugerem que algumas espécies tendem a se adaptar melhor a temperaturas mais elevadas ou procurar por lugares mais amenos. 
A melhor sugestão dos cientistas é que entre 20 e 30% de espécies em risco de extinção vão sumir se a temperatura média do planeta aumentar em 2 ºC. Isso pode causar um grande desequilíbrio na cadeia alimentar e levar a consequências imprevisíveis. [DailyMail]
http://www.verdademundial.org 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário