24 de mai de 2014

A POLITICA DO PÃO E CIRCO.

Posted by Semeando Paz on 24.5.14No comments



 

Por Hiroito Tabajara.*
A Política do Pão e Circo (panem et circenses, no original em Latim) como ficou conhecida, era o modo com o qual os líderes romanos lidavam com a população em geral, para mantê-la fiel à seus governantes e conquistar o seu apoio através de diversão e alimentos.
Com a sua gradual expansão, o Império Romano tornou-se um estado rico, cosmopolita, e sua capital, Roma, tornou-se o centro de praticamente todos os acontecimentos sociais, políticos e culturais na época de seu auge. Com o crescimento urbano vieram também os problemas sociais para Roma.
A escravidão gerou muito desemprego na zona rural, pois muitos camponeses perderam seus empregos e esta massa de desempregados migrou para as cidades romanas em busca de empregos e melhores condições de vida. Receoso de que pudesse acontecer alguma revolta de desempregados, o imperador criou a política do Pão e Circo.
A Politica do Pão e Circo consistia em oferecer aos Romanos alimentação e diversão, sendo que quase todos os dias ocorriam lutas de gladiadores nos estádios (o mais famoso foi o Coliseu de Roma), onde eram distribuídos alimentos. Desta forma, a população carente acabava esquecendo os problemas da vida, diminuindo as chances de revolta.
Esta frase, Pão e circo (panem et circenses, no original em Latim), tem origem na Sátira X do humorista e poeta romano Juvenal (vivo por volta do ano 100 d.C.) e no seu contexto original, criticava a falta de informação do povo romano, que não tinha qualquer interesse em assuntos políticos, e só se preocupava com o alimento e o divertimento o que depois levou a derrocada do Império Romano.
Hoje infelizmente esta prática é utilizada por políticos demagogos e enganadores do povo, que se elegem através de promessas mil e todo tipo de mutreta possível e depois ficam enganando o povo com festas e mimos para mantê-los alienados do que realmente interessa.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário