4 de fev de 2014

Cientistas Americanos Descobrem que a Quimioterapia Aumenta o Câncer

A quimioterapia pode danificar células saudáveis? Diga que não é assim? Você não precisa de um diploma para perceber isso. Veneno mata indiscriminadamente, sempre foi assim e sempre será. Enquanto danifica as células saudáveis, a quimioterapia


 

 também as aciona a secretar uma proteína que nutre o crescimento de tumores e resistência a tratamento posterior. Pesquisadores nos Estados Unidos fizeram a “totalmente inesperada” descoberta que alegaram, enquanto procuravam explicar por que as células cancerosas são tão resilientes dentro do corpo humano, enquanto são fáceis de matar em laboratório.
Somente através das forças que cuidadosamente conspiraram para impedir avanços significativos em pesquisa e tratamento de câncer ao longo do século passado, a quimioterapia teve êxito. Em que realidade vivemos na qual cortar, envenenar e queimar são as únicas formas aceitáveis para tratar o câncer?
Nenhum medicamento quimioterápico alguma vez realmente curou ou resolveu as causas subjacentes de câncer. Mesmo aquilo que a medicina convencional considera tratamentos “bem sucedidos” de quimioterapia estão apenas a administrar os sintomas, geralmente à custa de interferir com outras funções fisiológicas preciosas em pacientes, que causarão efeitos colaterais no caminho. Não existe tal coisa como uma droga sem efeito colateral.
Eles testaram os efeitos de um tipo de quimioterapia em tecido coletado de homens com câncer de próstata, e descobriram “evidência de dano ao DNA”, em células saudáveis após o tratamento, escreveram os cientistas na revista Nature Medicine.
A quimioterapia funciona inibindo a reprodução de células em divisão rápida, tais como as encontradas em tumores.
Os cientistas descobriram que células saudáveis danificadas pela quimioterapia secretavam mais, de uma proteína chamada WNT16B que aumenta a sobrevivência da célula cancerosa.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário