11 de jan de 2014

BRASIL 2014 – A COPA da IMPUNIDADE, da CORRUPÇÃO e do DESCASO com a POPULAÇÃO

COPAComunidades se ORGANIZAM PARA boicotar COPA DO MUNDO, Manifestações ja estão marcadas com apoio do ANONIMOUS. E agora?
Vários eventos estão marcados e assim como nas manifestações de 2013 ha milhares de presenças confirmadas. O governo federal deve estar em pânico e certamente tem agido por baixo do pano para frear esse movimento. Mais de 10.000 homens já foram treinados para conter manifestações violentas e ajudar a polícia de vários estados na manutenção da ordem. Certamente causa pânico no PT a simples possibilidade de ter sua imagem afetada diante de todo o planeta, e pior, dos eleitores que pouco depois da copa serão obrigados a “exercer a cidadania”.
Estão sendo organizados também opflood attacks, acessos em massa aos sites da Globo e outros ligados ao evento mundial. Mas não são só os acessos e comentários em massa que preocupam, depois da invasões em vários sites governamentais realizada por hackers ninguém mais duvida da capacidade que estes tem de gerar uma grande confusão na época da copa do mundo. Durante o ano passado vários sites do governo e de instituições bancárias foram colocados offline, por várias horas técnicos do governo e de bancos, sem conseguir detectar de onde vinham as invasões, lutavam para restabelecer as informações para os usuários.
Os sites do HSBC, Citybank, MPRJ, fazenda de São paulo e vários outros foram invadidos. Essa semana o site http://anonopsbrazil.blogspot.com.br/ divulgou os dados de milhões de brasileiros, segundo os editores a operação foi para mostrar a desorganização e facilidade com que se obtém os dados de qualquer pessoa no Brasil, o site mostra em sua página principal os dados da Presidente Dilma e José Dirceu.
Texto do anonimous divulgado na internet tenta desestimular os turistas que viriam ao Brasil para a COPA2014. Veja abaixo:
Em 2014, o mundo viverá o “sonho brasileiro”. É o país da Copa, “tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza. Mas que beleza!” Que beleza? A Copa FIFA 2014 apresenta as “atrações” implícitas também, mas essas o governo brasileiro optou por esconder do mundo. Fazendo um tour você conhecerá um pouco mais sobre o Brasil.
Ao chegar ao país, você, turista, pode ser surpreendido por assaltos com armas de fogo. Os registros do SIM (Subsistema de Informação sobre Mortalidade – do Ministério da Saúde) permitem verificar que, entre 1980 e 2010, cerca de 800 mil cidadãos morreram por disparos de algum tipo de arma de fogo. … Indo pro âmbito geral da população, classifica-se como o 7º país com maior índice de assassinatos do MUNDO.
Sabe-se, também, outra “atração” que, infelizmente, estará em alta. Ela se chama prostituição infantil. O Brasil é rota de turismo sexual e, segundo a UNICEF em dados de 2010, cerca de 250 mil crianças estavam se prostituindo. Se não bastasse tudo isso, ainda há a fome presente no cotidiano de muitos brasileiros. A falta de alimento faz com que, aproximadamente, 32 milhões de pessoas passem fome, somados aos 65 milhões de pessoas que não ingerem a quantidade mínima diária de calorias. Mesmo com o Bolsa Família, o famoso programa social que garantiu vitória para muito político, mas que não deu garantia de acabar com a fome. Como você pretende se locomover nas cidades que sediarão os jogos? Os meios de transporte públicos, que são pagos, não suportam a atual quantidade de pessoas que fazem uso deles.
Por último, porém não menos importante, vem a precariedade na saúde pública. Observando o tamanho das filas e a quantidade de mortes por falta de atendimento em hospitais, percebe-se que a necessidade de cuidar do povo como principal tesouro do país não tem sido considerada. Na verdade, talvez a situação estivesse melhor em 1500, pois era mais fácil encontrar um pajé ou curandeiro na rua, do que médico em hospital atualmente. O Ministério da Saúde resolveu fazer um levantamento e pontuar de 0 a 10 a saúde no Brasil. A nota nacional foi 5,4. Sendo que 27% do país vive com saúde classificada abaixo de 5 e a pior nota entre os principais municípios brasileiros foi para o Rio de Janeiro: 4,3.
São essas algumas das “atrações” que o mundo vai conhecer em 2014. Mas a mídia não vai mostrar isso para você. Então, abra seus olhos, busque informações reais, não acredite no que é reportado pelos jornais de emissoras que compactuam com tudo isso. Os brasileiros não estão indignados e protestando sem motivos contra a realização da Copa. Seguem mais alguns dados que você precisa saber:
O Brasil é o país que mais paga imposto no MUNDO. Entre os impostos de retenção na fonte e as tributações embutidas em todos os produtos que são consumidos, o valor é de 54% de tudo que um brasileiro ganha. Imagina se o que sobra do salário do brasileiro fosse o dobro? Essas seriam suas vidas sem impostos.
Aqui são investidos 3% do PIB (Produto Interno Bruto) em saúde. Isso dá R$ 340,00 por brasileiro por ano. A Argentina, exemplo que aprecio por conta da proximidade geográfica e de ser um país que vive imerso em luta popular, gasta 12% do PIB, o que significa R$ 2.500 por argentino por ano. Só quem já teve um ente querido no SUS sabe o horror que é nossa saúde pública.
O país que investe 4% do PIB em educação. Em um ranking realizado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), de 65 países estudados, o Brasil ocupa a 55ª posição do ranking. A educação é uma das piores do MUNDO. O governo jogou “pérolas aos porcos” ao prometer o lucro do pré-sal para educação, enquanto a Petrobrás mingua deficitária (ou seja, sem lucro) e o governo leiloa os direitos para o exterior. Quantas vezes todos nesse país ouviram “o pré sal é nosso” nos últimos anos? É, nosso, dos EUA, da China, da Alemanha...
Investe-se 0,3% do PIB com cultura. Com um país que não investe em cultura, como se surpreender com o quanto a mídia idiótica cria uma nação alienada ano após ano? Está tudo bem, contanto que tenha Futebol, Big Brother e A Fazenda.
E no meio disso tudo, o país está gastando mais em estádios na Copa do que a África do Sul e a Alemanha juntas. Planejou-se, em 2007, o orçamento pra Copa.O que já foi gasto supera o orçamento em 285%. Você prepara uma obra na sua casa, pretende gastar 10 mil reais e gasta 28.500, praticamente três vezes mais. Obras superfaturas, atrasos que geram gastos adicionais para aceleração dos projetos na reta final, ineficiência, incompetência, CORRUPÇÃO.
Enquanto isso, Junho passou. Cadê a reforma política prometida pela presidenta Dilma? Via plebiscito ou não, desapareceu. Não houve nenhuma mudança real no parâmetro político ou social desde o começo dos levantes. Durante os jogos da Copa das Confederações em Junho, todas as cidades lutaram pelo fim dos jogos. O Brasil precisa mudar, e não é no futebol. O clamor popular de Janeiro em diante terá apenas uma voz: NÃO VAI TER COPA. Se você também não concorda com as atitudes desse governo, junte-se a nós. Mostre que não aceita mais este atentado à vida humana que é causada pela corrupção e falta de interesse dos governantes deste país.
O intuito dos protestos contra a Copa 2014 é lutar pelos interesses do povo e de qualquer pessoa que deseje um país mais justo e menos desigual. Instruir o povo, cada vez mais, a uma democracia de verdade, participativa, cujo mesmo também governa, e não onde é governado por supostos representantes.
Os protestos contra a Copa 2014 no Brasil apresenta cunho suprapartidário, ou seja, estão acima dos interesses políticos de partidos específicos. Se houver alguma bandeira, que seja a das reivindicações populares. Isto permite a união contra qualquer partido que pretenda usar os protestos para promover as intenções de determinadas legendas ou políticos específicos. Porém, isso não significa que deve-se rejeitar partidos no entanto esta não é uma organização pré determinada que deve ser seguida, todo poder emana do povo e não de partidos, sem mais. A intenção é colocar as causas populares acima deles e fazê-los repensarem seus papéis.
Antes de finalizar, é interessante ressaltar que o Brasil decreta leis arbitrárias, como a Lei de Organizações Criminosas, para reprimir manifestações da sociedade civil. Não podemos permitir que a repressão contra aqueles que querem mudar o país continue. Brasileiros, lutem. Turistas, para não se decepcionarem, não venham.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário