7 de dez de 2013

'Se o Brasil está pronto para a Copa do Mundo, não parece', ironiza apresentador da TV americana


Imagem: FoxNews
Nos Estados Unidos, a rede de televisão FOX News dedicou três minutos e meio do horário nobre da noite dessa quarta-feira às ameaças de terrorismo durante a Copa do Mundo de 2014 feitas pela maior quadrilha do crime organizado de São Paulo.




“Enquanto os jogadores da seleção dos Estados Unidos se preparam para a viagem para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, caos e violência continuam em parte do país-sede”, noticiou o âncora Shepard Smith. “A maior quadrilha de tráfico de drogas está prometendo a Copa do Mundo do terror, se as autoridades não atenderem às suas exigências”.


Imagem: Reprodução/Fox News
Um mapa mostrava a localização das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, enquanto Smith explicava que o cartel exige que os integrantes de sua cúpula não sejam transferidos para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) da Penitenciária de Presidente Bernardes, que fica no interior de São Paulo, e citava os atos de violência dos últimos meses também na capital fluminense.

Uma semana depois da FIFA anunciar que os Estados Unidos lideraram os pedidos de ingressos para a Copa do Mundo de 2014 na primeira etapa de vendas, o apresentador da FOX concluiu: “Se o Brasil está pronto para a Copa do Mundo, não parece”.


Reprodução – Daily Mail
O repórter Bryan Llenas explicou a situação dos últimos dias: “Os protestos do Rio de Janeiro reuniam professores que queriam apenas melhores salários”, disse ele. “Porém, pessoas se infiltraram nesses protestos, um pequeno grupo de ativistas e extremistas.”

Na Inglaterra, o jornal Daily Mail, o segundo maior do país, também noticiou: “Maior quadrilha de tráfico de drogas (do Brasil) promete a Copa do Mundo do terror, enquanto demonstrações de violência ganham as ruas.”

O diário destacou que “os protestos de apoio à greve dos professores foram os últimos de um longo período de instabilidade que levou milhões de pessoas às ruas do Brasil para protestar contra o governo”. E avisou: “Ambos serão lembretes claros em meio à euforia dos fãs da Inglaterra que no próximo ano vão viajar para um país onde a segurança e a estabilidade não podem ser garantidas.”
Reprodução – Daily Mirror

No mesmo dia, o colunista Oliver Holt, do tablóide ingles Daily Mirror, defendeu a Copa do Mundo no Brasil com a manchete: “Brasil é perigoso, oprimido e o lar espiritual do jogo bonito” (apelido do futebol). E se explicou: “A Inglaterra é parte de um torneio que sera mais especial do que qualquer outro enquanto eu viver, por causa do que o futebol representa para o país-sede”.



Marcos Peres
Blogosfera UOL
Reações:

Um comentário:

  1. comer é muito bom difícil é passar fome ninguém quer né
    fica sabendo todos vamos p o mesmo lugar apodrecer, e nessa hora rarararar não tem helicóptero
    e nem dinheiro fdp.

    ResponderExcluir