9 de nov de 2013

O Magnésio e a Síndrome de Tensão Pré-menstrual

Tipos de tensão pré-menstrual

Hoje em dia são conhecidos e descritos quatro tipos principais de Tensão Pré-Menstrual:
Tipo A - a ansiedade, irritabilidade, tensão nervosa e suas consequências, são as características principais.
Tipo C - há predominância da compulsão alimentar irresistível, principalmente, por doces e chocolate. Acompanha sintomas de fadiga, cefaléia e palpitações.
Tipo D - há predominância de sintomas depressivos, assim como choro, letargia, insônia e confusão, nos quinze dias que antecedem a vinda da menstruação.
Tipo H - ocorrência, principalmente, de retenção hídrica, inchaço nos seios (deixando as mamas extremamente dolorosas), distúrbio do sistema nervoso central, causando dores de cabeça, distensão abdominal e dores musculares nas pernas.

A síndrome de Tensão Pré-menstrual tipo Atensão pré-menstrual

As síndromes de tensão pré-menstrual(STPM) representam um grupo de síndromes que ocorrem pré-menstrualmente em uma grande percentagem das mulheres. O subgrupo mais comum STPM é TPM-A, caracterizada por um aumento pré-menstrual na ansiedade, tensão nervosa, irritabilidade e oscilações de humor.
Existem dados recentes de estudos, que suportam um papel importante do Magnésio na TPM.
Em um estudo conduzido com 105 pacientes com a tensão pré-menstrual, foi observado que o nível de magnésio foi significativamente inferior ao normal.
Estudos têm demonstrado o papel crucial do Magnésio no Equilíbrio do Estrogénio e da Progesterona no corpo da Mulher.

A “Química” por detrás da Tensão Pré-Menstrualtensão pré-menstrual

O Estrogénio e a Progesterona são dois Hormônios essenciais ao equilíbrio do corpo Feminino.
Enquanto que os estrogénios são estimulantes do sistema nervoso central (SNC), a progesterona é um depressor.
As pacientes com grave TPM-A têm estrogénios elevados no sangue e / ou diminuição da progesterona durante a fase lútea do ciclo menstrual.
O Magnésio tem um papel muito importante na atividade destes Hormônios.

hipófise e o Magnésio

hipófise ou glândula pituitária é quem liberta certos hormônios que vão estimular a produção, pelos ovários, da Progesterona e de estrógenos.
O Magnésio, diz o Dr. Lewis B. Barnett, é necessário pela glândula pituitária. Quando a hipófise não está recebendo o magnésio que precisa, ela falha na sua função de produzir os hormônios.

O Magnésio, a Progesterona e o Estrógeno


O estrógeno e a progesterona influenciam a atividade de enzimas (monoamina oxidase – MAO) que estão envolvidas na oxidação da noradrenalina, adrenalina, serotonina, dopamina e feniletilamina (aminas biogénicas), e estas afetam o humor.
Por exemplo, em níveis elevados,  a adrenalina provoca ansiedade; a noradrenalina provoca hostilidade e irritabilidade; a serotonina cria tensão nervosa, sonolência, palpitação, retenção de água e incapacidade de se concentrar e executar. A dopamina equilibra os efeitos dessas três aminas através da indução de relaxamento e aumento da agilidade mental.
Existem dois tipos de MAO: tipo A, que desativa as primeiras quatro aminas mencionadas acima (da noradrenalina, adrenalina, serotonina, dopamina), e tipo B, que desativa apenas a dopamina e a feniletilamina. Tensão Pré-menstrual
Os Estrogénios suprimem o tipo A e aumentam as atividades da MAO do tipo B; ao passo que a progesterona aumenta as atividades  do tipo A e suprime as do tipo B.
Portanto, a estimulação de estrogénio provoca um desequilíbrio, com um excesso de serotonina, norepinefrina e epinefrina e uma deficiência relativa de dopamina. Este desequilíbrio, então, desencadeia os sintomas tensão pré-menstrual do tipo A.

A deficiência em Magnésio influencia a “Química” do Organismo

A deficiência em magnésio pode ser envolvida diretamente na deficiência de dopamina no tensão pré-menstrualSNC. Ensaios realizados em animais de laboratório revelaram que a deficiência em magnésio provoca uma diminuição específica de dopamina no cérebro.
A Piridoxina (Vitamina B6) requer fosforilação para se tornar ativa, e essa reação de transferência de fosfato é dependente do magnésio. Uma deficiência em magnésio pode causar uma deficiência relativa de vitamina B.
Os estudos mais recentes têm demonstrado um importante papel das vitaminas B no metabolismo hepático de estrógenos.
A deficiência de magnésio pode, portanto, afetar o metabolismo do estrogênio, diminuindo a atividade biológica das vitaminas do complexo B.
A Vitamina B-6 aumenta a transferência da membrana celular e a utilização de magnésio. Ao aumentar a utilização de magnésio, a B6 pode desempenhar um papel importante no metabolismo dos estrogénios. 

Além de seus efeitos sobre a ativação das vitaminas do complexo B, o magnésio influencia tensão pré-menstrualdiretamente a conjugação dos estrogénios pelo aumento da atividade de  transferase glucoronil, uma enzima envolvida na glucuronidação hepática de estrogênios.
Desta forma, o Magnésio aparece como fundamental para o equilíbrio do corpo da mulher e para a ausência de estados de tensão pré-menstrual.
Elisabete Milheiro
Fontes: Tensão Pré-menstrual
Role of Nutrition in Managing the Premenstrual Tension Syndromes
Book: Magnesium, The Nutrient That Could Change Your Life
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário