4 de nov de 2013

Autor do livro "Deus, um Delírio" diz que não há problema na pedofilia “leve”

Numa entrevista recente com a revista Times, Richard Dawkins tentou defender o que chamou de “leve pedofilia”, disse ter experimentado pessoalmente quando criança(um professor colocou a mão em sua genitália) e não acredita que provoca “danos permanentes”.

Comento

Prefiro não me ater sobre o credo de Dawskins ( algumas vezes já disse ser ateu, outras agnóstico), o que importa é sua visão deturpadas sobre os males permanentes da pedofilia. Pela declaração dele podemos perceber que adota um relativismo moral tão agudo que não mostra nenhum traço de absoluto moral. Explico.
Absoluto moral
Eu creio firmemente em absolutos morais, logo, racismo é errado hoje, racismo é errado ontem e racismo será errado no futuro. Posso até ver um filme onde o racismo é mostrado e ainda assim acharei que é errado. Não procuro justificar o ato, apenas o condeno. De igual modo vejo o sacrifício de crianças. Muitas culturas e seitas sacrificam seus filhos a entidades. Dentro da cultura deles é normal, mas para mim isso sempre será errado. Geralmente essa noção de absoluto moral vem da influência religiosa (no nosso caso, a cristã), todavia, com a falência do cristianismo muitos paradigmas serão mudados e  é bem possível que a pedofilia hoje tão condenada seja aceita no futuro.
FONTE:
http://acidblacknerd.wordpress.com/2013/09/12/autor-do-livro-deus-um-delirio-diz-que-nao-ha-problema-na-leve-pedofilia/ 
http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2013/11/autor-do-livro-deus-um-delirio-diz-que.html
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário