7 de out de 2013

Mais uma Barbárie Muçulmana! Criança Cristã é decapitada e mostrada como troféu na Síria

CRIANÇA CRISTÃ É DECAPITADA E MOSTRADA COMO TROFÉU NA SÍRIA !

Mulheres Cristãs são estupradas e assassinadas, além de crianças na Síria
"Quem me acompanha sabe que a anos venho denunciando e mostrando os massacres cometidos contra Cristãos, principalmente Evangélicos em vários lugares do mundo. Mulheres e crianças estupradas e mortas e homens sendo queimados vivos e decapitados. Já fui algumas vezes ameaçado por e-mail, uma Irmandade Muçulmana de um País do mundo descobriu meu endereço e me ameaçou de morte, já fui "alertado" para não mostrar mais os vídeos que tenho recebido que mostram Cristãos sendo queimados vivos, espancados e degolados. A maldade não tem limites, já fiquei noites sem dormir tamanha a brutalidade das cenas que vi. Mas continuo alertando, pois o mundo precisa acordar e saber que inocentes tem sido barbarizados por cometerem o "crime" de crerem em Jesus Cristo."


________________________________________
Criança Cristã é decapitada na Síria: O sinal de extremismo e fanáticos, as longas barbas, está presente em todos a cada um destes muçulmanos sub humanos que matou essa criança pequena, em sua jihad de Alá - inspirado pelo Alcorão.

Este vídeo é escrito com uma falsa propaganda alegando que 'forças sírias' matou uma criança "rebelde". Nova avaliação da situação na Síria mostram que mais da metade dos chamados combatentes da liberdade são terroristas. Em outras palavras, toda a 'luta' é chumbo terrorista.

Estes extremistas têm vindo a utilizar os seus próprios crimes como propaganda em seus três anos de homicídios, como o gáz químico que recentemente matou crianças que pertenciam a famílias de minorias alauítas perto de Latakia, seqüestrado por extremistas anti-Assad apenas algumas semanas antes.

Extremista sunita pró-argumentam que a criança é na verdade um filho "rebelde". Mas reparem bem, a criança está vestida como uma criança muçulmana? E quem está segurando a criança? O exército Sírio ou extremistas? Este é apenas um dos infindáveis número de assassinatos cometidos por extremistas muçulmanos fingindo ser "rebeldes".
.
E poucos dias atrás, a Time da Síria publicou uma foto de um rapaz sendo decapitado (abaixo). Estes são todos extremistas, contratados e financiados para trazer o terror no país por Qatar e Arábia Saudita, que entram na Síria através da Turquia e Jordânia.

Testemunha de uma execução síria : "Eu vi uma cena de máxima crueldade "

TIME Lightbox |  Thursday, September 12, 2013 | By Patrick Witty

Abaixo uma angustiante foto de militantes islâmicos publicamente executando por decapitação , um jovem Sírio na cidade de Keferghan , perto de Aleppo, em 31 de agosto de 2013.

Por causa do perigo na comunicação dentro da Síria , não foi possível confirmar a identidade ou afiliação política da vítima. Também não estamos certos sobre a motivação de seus assassinos. Uma testemunha que mora na região e foi contatado por vez por semana depois das decapitações disse que os executores eram de ISIS , uma franquia da Al- Qaeda operando na Síria e no Iraque.

Tempo obtido as imagens exclusivamente de um fotógrafo que esteve recentemente na Síria. Esta decapitação foi o último dos quatro execuções documentadas ele naquele dia. TEMPO concordou em não publicar o nome do fotógrafo, para protegê-lo de repercussão quando ele retorna para a Síria. O que se segue é um relato editada de sua experiência:

O homem foi trazido para a praça. Seus olhos estavam vendados . Comecei a tirar fotos , uma após a outra. Era para ser a quarta execução naquele dia eu iria fotografar . Eu estava me sentindo horrível , várias vezes eu tinha estado a ponto de vomitar. Mas eu mantive -me sob controle, porque como jornalista eu sabia que tinha que documentar isso, como eu tinha os três decapitações anteriores eu tinha fotografado naquele dia, em três outros locais fora Aleppo .

A multidão começou a aplaudir . Todo mundo estava feliz . Eu sabia que se eu tentasse intervir eu seria tirado, e que as execuções iria adiante . Eu sabia que não seria capaz de mudar o que estava acontecendo e eu poderia me colocar em perigo.

Eu vi uma cena de crueldade absoluta : um ser humano ser tratado de uma forma que nenhum ser humano jamais deveria ser tratado. Mas parece- me que, em dois anos e meio, a guerra tem a humanidade das pessoas degradadas. Neste dia as pessoas na execução não tinha controle sobre seus sentimentos , seus desejos , sua raiva . Era impossível detê-los.

Eu não sei quantos anos a vítima estava , mas ele era jovem. Ele foi forçado a seus joelhos. Os rebeldes ao seu redor leram seus crimes a partir de uma folha de papel. Eles ficaram ao redor dele. O jovem estava de joelhos no chão , com as mãos atadas. Ele parecia congelado.

Dois rebeldes sussurrou algo em seu ouvido e o jovem respondeu de uma forma inocente e triste, mas eu não conseguia entender o que ele disse , porque eu não falo árabe.

No momento da execução, os rebeldes agarrou sua garganta. O jovem tentou lutar. Três ou quatro rebeldes o seguravam. O homem tentou proteger sua garganta com as mãos , que ainda estavam amarrados juntos. Ele tentou resistir, mas eles eram mais fortes do que ele, e eles cortaram sua garganta. Eles levantaram a cabeça no ar. Pessoas acenaram suas armas e aplaudiram. Todo mundo estava feliz que a execução tinha ido em frente .

Aquela cena na Síria, naquele momento, era como uma cena da Idade Média , o tipo de coisa que você lê em livros de história. A guerra na Síria chegou a um ponto onde uma pessoa pode ser impiedosamente mortos na frente de centenas de pessoas que apreciam o espetáculo .

Como ser humano eu nunca teria desejado viver para ver o que eu vi. Mas como jornalista eu tenho uma câmera e uma responsabilidade. Eu tenho a responsabilidade de compartilhar o que eu vi naquele dia. É por isso que eu estou fazendo essa afirmação e é por isso que eu tirei as fotografias. Vou fechar este capítulo em breve e tente nunca se lembrar dele.
Vejam o vídeo abaixo


Semanas antes, uma Vila Cristã foi brutalmente e covardemente atacada com armas químicas segundo a ONU por rebeldes Muçulmanos o que resultou na morte por envenenamento de dezenas de crianças Cristãs, nesse novo massacre das forças do regime sírio, passaram a queimar 13 pessoas vivas, incluindo quatro mulheres e seis crianças em Tartous
De acordo com os comitês de coordenação local da Síria, milícias muçulmanas do regime ceifou a vida de 13 mártires, incluindo quatro mulheres e seis crianças, perto de Beida área da cidade, "Banias" Tartous Governorate. 
A Autoridade Geral para a revolução da Síria contou que gangues de Assad haviam juntado mulheres e crianças em um quarto, e, em seguida, queimados vivos, deixando seus corpos, mas cinzas. 
Jornal Observatório documentou  para os Direitos Humanos que foram mortas 145 pessoas no resultado final das vítimas do que ele descreveu como "massacre sectário" que teve lugar em Banias oeste da Síria há duas semanas nas mãos das forças regulares.
O observatório disse em um comunicado na quinta-feira que têm vindo documentar o martírio durante o sectario massacre, que ocorreu na cidade de Banias, depois que ele virou o destino de dezenas de pessoas desaparecidas que estavam dentro de suas casas queimadas ou sob as ruínas, foi enterrado confidencialmente pelas forças de segurança."
O Observatório apontou que "na manhã do terceiro deste mês, realizada por forças de segurança sírias apoiadas por tropas de Defesa Nacional, que pertence elementos à seita alauíta, um ataque ao bairro da primavera Ras localizado no sul da cidade de Banias.
Ele ressaltou que foi "destruindo e queimando um monte de casas", e que os que estavam no chão foram mortos com facas."
51 pessoas foram mortas no dia anterior na aldeia vizinha de Baida a Banias, em um processo similar.
De acordo com o Observatório - 34 crianças com idade inferior a 16 anos, incluindo crianças, e quarenta mulheres algumas com mais de sessenta anos foram mortas.
O Observatório confirmou que este "massacre foi cometido pelos serviços de segurança sírios e as milícias armadas muçulmanas leais a ele em uma base sectária".
 Veja a foto abaixo


VEJAM ESTE VÍDEO ABAIXO



Na matéria abaixo uma Jovem Cristã foi estuprada por 20 muçulmanos teve os olhos arrancados e  em seguida foi morta de uma maneira brutal

Aleppo - quarta-feira 3 de abril, 2013 - Cerca de 312 famílias que estavam em Jabal Saydeh (Sheikh Maksoud), no momento da invasão pela ASL e Forsat al-Nosra 23 delas permaneceram sitiadas
Uma mãe Cristã resgatada, que foi testemunha ocular relatou que 13 mulheres, entre elas as meninas e suas mães, foram brutalmente estuprada antes de serem abatidas com suas famílias
Além disso, duas enfermeiras curdas trabalhando para o Hospital al-Mahabbeh Hospital também viram esse ato e relataram aos jornalistas
Contaram ainda que elementos armados da al-Nosra começaram a dizer nos os alto-falantes da torre Minaretes dois distritos de Aleppo, que ainda não são investidos a força total da Forsat al-Nosra, Soulaimanieh e Syriane al-Jadideh aos Cristãos .
E ainda mandaram recado ao Ocidente "não estavam cientes de pogroms cristãos na Síria?"
A FOTO ABAIXO É DE UMA DAS 13 MOÇAS CRISTÃS QUE FOI ESTUPRADA E ASSASSINADA
O texto árabe que acompanha a foto diz que esta jovem cristã foi estuprada por vinte islamitas sunitas, antes de ser torturada, ter seus olhos arrancados e brutalmente assassinada. "
Leiam agora o que ela disse antes de ser morta e entendam porque o mundo tem que defender os Cristãos desses assassinos religiosos fanáticos..
"Eu sou o trigo de Cristo, e os dentes dos animais vai moer-me e me transformar em um pão saboroso."
Essa bela Jovem Cristã que nada fez, foi barbaramente brutalizada, torturada, estuprada por 20 monstros, teve seus olhos arrancados e morta por esses demônios muçulmanos e, antes de ser morta declarou: 
"Eu sou o trigo de Cristo, e os dentes dos animais vai moer-me e me transformar em um pão saboroso."

**********
Eu, Vini Silva  confesso que chorei quando li essa reportagem num site de um Jornal do Líbano. É preciso que aqueles que falam contra os Cristãos entendam que seguir a Cristo não é ser religioso, não é fazer parte de uma religião, ao contrário, seguir a Cristo significa abandonar os dogmas e doutrinas religiosas humanas para seguir e obedecer somente os ensinos de Jesus, é romper com ensinos humanos para viver para Cristo. Eu sempre digo que nenhuma religião leva a Deus, pois estão cheias de doutrinas e dogmas humanos de homens pecadores e só servem para causar guerras e divisões.
Por isso mesmo a anos que abandonei a religiosidade, os líderes humanos e seus ensinos, para aprender somente daquele que sempre pregou o amor e a obediência ao Criador, Jesus Cristo, e, como a Palavra de Cristo sempre se cumpre, Ele alertou que todos aqueles que abandonassem os ensinos de homens para segui-lo seria perseguido e morto, pois o mundo ama o que lhe pertence, e Cristo e seu Reino não pertencem a esse mundo, por isso o mundo o odeia, assim como odeia todos que o seguem, que pertencem a Ele, que fazem sua vontade. Por isso de tanta incompreensão e perseguição aos seguidores de Cristo, até mesmo pelas religiões ditas Cristãs..
Com toda certeza essa moça, as crianças e todos os outros irmãos que foram barbarizados e assassinados pelos religiosos como verdadeiros Mártires estão descansando nos braços do Mestre..
Que Deus nos guarde desses demônios em forma de gente.
e faça justiça contra essa filosofia do inferno, que caça, tortura, estupra, brutaliza e mata Cristãos em todo o mundo em obediência a seu diabólico livro.

Parte da matéria traduzido do site original em Inglês..
http://themuslimissue.wordpress.com/2013/09/15/graphic-muslim-trophy-in-syria-lifeless-body-of-decapitate-christian-child/
http://vini-silva.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário