20 de set de 2013

LEGALIZAÇÃO DA PEDOFILIA À VISTA: Masturbação em público é defendida pela Corte Sueca

Homem foi inocentado em julgamento por não ter direcionado ato solitário na praia a uma ou mais pessoas




Em decisão inédita no país, a Corte da Suécia resolveu inocentar um senhor que foi pego se masturbando em uma praia de Estocolmo. O incidente aconteceu em 6 de junho, quando o homem de 65 anos baixou o calção de banho e resolveu “se divertir” próximo à água. Não demorou muito para o que o sujeito fosse encaminhado ao Distrito Policial mais próximo, sob a acusação de abuso sexual. Entretanto, o cidadão foi declarado como inocente, visto que não praticou o ato em direção a alguém, mas solitariamente.
Em entrevista para o jornal The Local, o promotor público Olof Vrethammar declarou que, para considerar esse homem como criminoso, ele deveria ter molestado alguém ou um grupo de pessoas, o que não aconteceu. “Eu acho que o julgamento da Corte foi sensato”, complementou Vrethammar.
Quando questionado se esse julgamento abriria precedências para que a masturbação em público seja legal na Suécia, o promotor confirmou: “Sim, a Corte do distrito julgou o caso. E então podemos concluir que não há nada de errado em se masturbar na praia”. Porém, Vrethammar também alertou que, no futuro, o ato possa vir a ser considerado como desvio de conduta ou perturbação da paz.
Por Felipe Arruda 
Fonte da imagem: ShutterStock 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário