27 de ago de 2013

Documentário: Diário da Síria – Isto a mídia não mostrará Cuidado cenas fortes....



Tudo que é divulgado pela mídia sionista, como a Rede Globo, sobre a Síria é propaganda pró-Israel que visa manipular a informação para que Assad se torne o novo Saddan Hussein, o novo Kadhafi e nós já sabemos o que aconteceu com o Iraque e a Líbia. Foram invadidos, o povo massacrado, os recursos energéticos pilhados e o Banco Central desses países servido de bandeja para a banca judaica. Foi alertado que os Rothschild querem o Banco Central do Irã e na Síria as corporações petroleiras(Rockefeller) querem o controle sobre o gasoduto sírio. Infelizmente, apenas os blogueiros e sites alternativos de notícias estão informando sobre a verdade dos fatos. O ataque químico com gás sarín não foi obra de Assad, foi um ataque terrorista perpetrado por mercenários pagos pelo eixo sionista, Israel/EUA/Qatar/Arábia Saudita/França. Em alguns casos usam imagens de mortes no Egito como sendo fato ocorrido na Síria. Qualquer mentira é útil quando se têm interesses financeiros sobre uma nação. Os mercenários estão estuprando mulheres e crianças, decapitando civís, soldados sírios e destruindo cidades inteiras. Esta é a “democracia” promovida pelo governo israelense e estadunidense. Como não vão encontrar prova alguma de que o gás foi usado pelo governo sírio, agora querem atacar a Síria sem descobrir os verdadeiros autores(os mercenários). EUA: “É muito tarde tarde” para que a ONU investigue o suposto ataque químico “Armas químicas e de destruição em massa” já foi um pretexto usado anteriormente para invadir o Iraque e a Líbia. Nós sabemos que foi tudo uma mentira descarada para permitir que corporações petroleiras pudessem entrar nesses países e roubar o petróleo, o gás, controlar gasodutos, minérios e colocar o Banco Central sob controle da banca judaica. O mundo é governado por uma estrutura de poder financeira composta pelo CFR, Bilderberg, Comissão Trilateral, Banco Mundial, FMI, ONU e vários outros organismos criminosos que estão sob domínio dos banqueiros. Não existe mais nações soberanas. Políticos e governos são fácilmente corrompidos, manda quem têm o dinheiro e como sabemos o dinheiro não é democrático. A 3ª Guerra Mundial já começou e está sendo abafada pela mídia. Se limitam a demonizar Assad para enganar as massas. Apenas sites alternativos e blogueiros estão informando sobre a realidade dentro da síria.


 É bom lembrar que pouco tempo após o ataque terrorista judaico-sionista em 9/11 o General Wesley Clark havia admitido o plano de ataque a sete países no Oriente Médio. Portanto, estava tudo planejado, se trata de uma agenda a ser cumprida.
 A hipocrisia da mídia corporativa ultrapassou todos os limites. Ocupam toda a programação com lixo e se limitam a acusar Assad de “ditador”, quando ao olharmos para os EUA e Israel vemos a ascensão de governos totalitários que vão gradativamente eliminando direitos humanos e civís, implantando sistemas de espionagem em massa e monitoramento. A humanidade pagará muito caro ter permitido que corporações e bancos pudessem controlar mídia, economia, bancos, governos e exércitos.

 Caminho Alternativo
http://noticia-final.blogspot.com.br/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário