13 de ago de 2013

Com ferimentos, criança estuprada por pai e madrasta está internada Criança relatou que mulher enfiava cabo de vassoura nas partes íntimas

Menina tinha marcas de agressões por todo o corpo Reprodução Rede Record
A menina de seis anos que foi estuprada e agredida pelo pai e a madrasta em Aparecida de Goiânia, em Goiás, continua internada no Hospital Materno de Goiânia nesta terça-feira (13). O homem levou a criança ao hospital após uma convulsão e médicos notaram sinais de estupro. Um laudo do IML (Instituto Médico Legal) confirmou.
Segundo o Conselho Tutelar, a garota tem marcas em todo o corpo e que será apurada se ela teve uma convulsão após ingerir algum produto químico ou álcool. O pai e a madrasta foram presos em flagrante no sábado (10).
A própria criança relatou aos conselheiros que ingeria bebida alcoólica dada pelo pai, que a queimavam com cigarro e que a madrasta chegava a introduzir cabo de vassoura nas partes íntimas.
Os médicos produziram um laudo informando que as marcas correspondem a abusos praticados há muito tempo. Os suspeitos negaram o crime, mas foram presos e indiciados por estupro e maus tratos.


Vizinhos disseram que a vítima era mantida em cárcere porque dificilmente era vista em público. Ela deve ficar com uma tia quando deixar o hospital.

.r7
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário