7 de jul de 2013

VITÓRIAS, DERROTAS, MENTIRAS E MUITA PROPAGANDA FALSA.




Os protestos populares trouxeram inúmeras vitórias para a população farta da ineficiência e da corrupção de nossos políticos e da cumplicidade criminosa deste governo com os bandidos que tomam de assalto os cofres públicos.
Mas, com o tipo de político que temos, toda vigilância deve ser mantida para que essas vitórias não se convertam rapidamente em derrotas avassaladoras e em ilusões romanceadas frente a nossa triste realidade.
Isso fica claro quando percebemos que a coisa já começou a feder menos de uma semana após o fim das manifestações mais contundentes.
Anunciadas com grande alarde (com o único intuito de acalmar a opinião pública) medidas importantes como a destinação de 75% dos royalties para a educação e o restante (25%) para a saúde já caem por terra diante da sanha mentirosa dos corruptos de plantão em Brasília.
Ignorada pela grande mídia, uma votação do senado alterou o projeto enviado pela Câmara que determinava os tais percentuais para saúde e educação e reduziu drasticamente essas remessas.
Numa só canetada, o senado aproveitou o ocaso dos holofotes e a cegueira popular para cortar em 84,7% a parte dos royalties que iria para a saúde. Com o texto atual, os valores despencam de R$69,77 bilhões (projeto antigo) para apenas R$10,7 bilhões; algo que certamente representará um enorme vazio no nosso já combalido sistema de saúde.
Já na educação; a redução bateu a casa dos 53,43% e os valores que antes beiravam os R$209,31 bilhões em repasses, caíram para apenas R$97,48 bilhões. Certamente a turma que adora a nova reforma educacional petista e “encherga” nosso povo (e nossos jovens) cada vez mais estúpidos e mal formados intelectualmente (para não serem capazes de questionar nada) vai aproveitar muito bem essa diferença para rechear suas cuecas. Afinal, a mudança é encampada pelo mesmo governo que dizia “ouvir a voz das ruas”; pois o parecer favorável é do líder do governo na casa (o senador Eduardo Braga PMDB/AM). Fica cada vez mais clara que toda aquela conversa fiada de Dilma, de Lula, do PT e Cia Ltda sobre ouvir “a voz das ruas” era apenas uma balela.
Ao mesmo tempo em que as pequenas (mas, importantes) conquistas vão pelo ralo da máquina corrupta que nos rege; o governo petista dispara sua máquina propagandista na grande mídia e na Internet para continuar iludindo o povo e manter arrefecidos os ânimos dos manifestantes.
A mentira das “grandes realizações” do atual governo (e do anterior) simplesmente não resiste à análise da realidade e muito menos de uma observação imparcial. Maior prova disso é a negativa recente do governo ao pedido de autorização da ONU para enviar um grupo de observadores com a missão de verificar o acesso dos brasileiros ao mínimo conforto de não ter que pisar em seus próprios dejetos para entrar ou sair de casa. O saneamento básico no Brasil (como sabemos) é praticamente inexistente fora dos grandes centros urbanos e, mesmo nestes, não alcança a totalidade das casas de seus habitantes.
Desta forma, ao impedir o acesso da missão da ONU (usando como justificativa justamente os protestos populares por uma vida melhor), o governo evita que seu discurso fantasioso e suas propagandas falsas sejam desmascarados publicamente por um órgão internacional respeitado.
Enquanto as vozes nas ruas vão baixando o tom, o governo populista e mentiroso realiza suas manobras sujas para iludir e enganar a população, enquanto ganha tempo para manter os privilégios e assegurar uma boa vida as mesmas oligarquias e elites partidárias que jurava odiar. Fazendo o possível para manter seus mensaleiros em liberdade, nossos filhos ignorantes e garantir que o SUS continue sendo uma verdadeira máquina de genocídio de nosso povo.
E você, o que pensa disso?

 http://www.visaopanoramica.com/#ixzz2YDtwG9t1
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário