15 de jul de 2013

SOPRE AS CINZAS

Quem feriu você já feriu e já passou.
Lá na frente encontrará o inevitável retorno e pelas mãos de outrem será ferido também.
A Vida se encarregará de dar-lhe o troco e você, talvez, jamais fique sabendo.
O que importa de verdade é o que você sentiu e, mais importante, é o que ainda você sente:
Mágoa? Rancor? Ressentimento? Ódio?
Você consegue perceber que esses sentimentos foram escolhidos por você?
Somos nós que escolhemos o que sentir diante de agressões e de ofensas.
Quem nos faz o mal é responsável pelo que faz, mas NÓS somos responsáveis pelo que sentimos.
Essa responsabilidade tem a ver com o Amor que devemos e temos que sentir por nós mesmos.
O ofensor fez o que fez e o momento passou, mas o que ficou aí dentro de você?
Mágoa:- Você sabia que de todas as drogas ela é a mais cancerígena?
Pela sua própria saúde, jogue-a fora.
Rancor:- Ele é como um alimento preparado com veneno irreconhecível: dia mais, dia menos, você poderá contrair doenças de cujas origens nem suspeitará.
Ressentimento:- Pois imagine-se vivendo dentro de um ambiente constantemente poluído, enfumaçado, repleto de bactérias e de incontáveis tipos de vírus: é isso que seu coração e seus pulmões estão tentando agüentar.
Até quando você acha que eles vão resistir?
Ódio:- Seus efeitos são paralisantes. Seu sistema imunológico entrará em conflito com esse veneno que com o tempo poderá colocar você face a face com a morte e talvez muito tarde você venha a perceber que melhor seria ter deixado que seu agressor colhesse os frutos do próprio plantio.
Por seu próprio Bem e pelo seu Bem, perdoe. O perdão o libertará e o fará livre para ser feliz.
Esqueça o mal que lhe foi feito. Deixe que seu ofensor lembre-se dele através das conseqüências com que, certamente, virá a arcar.
Mude seu destino. Seja o comandante da sua nau!
Escolha o melhor caminho para sua "viagem".
E se outras vezes o ferirem, perdoe. Perdoe. Como Cristo perdoou os que o crucificaram.

Texto enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil e foi aqui postado, por ser pertinente à proposta do Arca.
http://arcadoconhecimento.blogspot.com.br/2011/02/sopre-as-cinzas.html
Reações:

Um comentário:

  1. lindo tema isso me lembra da grandeza do silencio
    sabe amada aprendi com uma sabia amiga que me dava dura

    voce a conhece hoje sou grato a ela pelo poder do silencio ele me lapidou e o grito mais alto hoje para mim é o silencio

    Aprende com silencio a ouvir os sons interiores da sua alma
    A calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos
    Aprende com o silencio a aceitar alguns fatos que você provocou
    A ser humilde deixando o orgulho na gritar lá fora
    Evitar reclamações vazias e sem sentido
    Aprende com o silencio a reparar as coisas mais simples
    A valorizar o que é mais belo ouvir o que faz algum sentido
    Aprende com o silencio que a solidão não é o pior castigo
    Existem compainhas bem mais piores
    Aprende com o silencio que a vida é boa
    Que nós só precisamos olhar para o lado certo
    Ouvir a musica certa e ler o livro certo
    Aprende com o silencio a respeitar sua vida valorizar seu dia
    Enxergar em você as qualidades que você possui
    Equilibrar os defeitos que você possui e sabe que precisa corrigir
    E enxergar aqueles que você ainda não descobriu
    Aprende hoje com o silencio que gritar não traz respeito
    Que ouvir ainda é melhor que muito falar
    Acredita-se que o silencio não combina com o poder
    Pois este se tem confundido com prepotência e violência
    A luz e o Espirito os maiores poderes do universo atuam com
    A suavidade de uma aparente ausência a violência é sinal de fraqueza
    A benevolência é indicio de poder os grandes mestres sabem ser severos e rigorosos
    Sem renegarem a mais perfeita quietude e benevolência
    Deus que é supremo poder age com tamanha quietude que a
    Maioria dos homens nem percebe sua ação
    Essa poderosa força na qual todos nós estamos mergulhados
    Mantem o universo em movimento faz pulsar o coração
    Dos pássaros dos bandidos e dos homens de bem
    Até mesma a morte chega de mansinho como hábil cirurgiã
    Rompe os laços que prendem a alma ao corpo
    Libertando -a do cativeiro físico
    O VERDADEIRO PODER chega sem ruído sem alarde e sem violência
    Em respeito a você eu me calo me silencio para que você possa ouvir
    Seu interior que quer lhe falar desejar-lhe uma vida vitoriosa
    O silencio não só é um substituto de palavras
    Como também um grande defensor
    Nos momentos de duvidas e conflitos
    Que o poder do silencio encha sua vida de paz e alegria

    grato

    voce entende oque digo

    ResponderExcluir