31 de dez de 2014

Depoimento de internauta revela detalhes cruciais sobre o funcionamento das Chemtrails. CONFIRA!

Posted by Semeando Paz on 31.12.14No comments

Desde que as ultimas descobertas foram feitas chegou-se a uma possível conclusão, a de que a geoengenharia (dispersão de químicos) acontece num momento anterior ao da passagem dos aviões comerciais. A verdadeira dispersão dos químicos acontece sem que nós a percebamos. Nós só a percebemos quando os aviões comercias (e demais) transitam pela área contaminada com o agente químico previamente pulverizado (que no caso é transparente). Ao transitar pela área contaminada os aviões a jato comuns geram trilhas de condensação anômalas (persistentes), que estão sendo erroneamente chamadas de Trilhas Químicas (chemtrails). Essa é a primeira proposta... já uma segunda e mais radical é a de que nem existem aviões borrifando químicos previamente à passagem dos comercias. O que existe é uma anomalia natural acontecendo no planeta e que tem gerado este fenômeno de trilhas persistentes que estamos vendo no mundo. Ninguém fala nada e tudo se mantem em sigilo pois não querem que saibamos o que está de fato acontecendo no planeta (em sua atmosfera). Podemos estar lidando com problemas naturais, como a fuga do metano na sibéria, efeitos do Sol (radiação), problemas com o campo magnético e assim por diante.
Desta forma, fica mais plausível dizer:
1) Podem não ser exatamente rastros químicos, mas contrails persistentes geradas pela passagem de aviões ordinários por regiões, onde aí sim, pode ter havido algum processo prévio de pulverização de químicos.

2) Se existe química deliberadamente pulverizada por humanos, ela já está na atmosfera antes da passagem dos comercias (e demais aviões a jato, todos estão sujeitos).

3) de fato não há química deliberada, o que há é uma anomalia natural sendo mantida em sigilo.
O mais satisfatório é ver que depois que se assume essa posição em relação aos rastros permanentes, nota-se que grande parte dos mistérios relacionados à geoengenharia são naturalmente solucionados. Como por exemplo: "Por que eles pulverizam a noite?", ou "por que os rastros apresentam falhas?", ou "Como é possível a geoengenharia ter a abrangência global que tem?", e "Por que vemos os rastros em formato de X e círculo?" dentre muitos outros. Nesta postagem iremos ver mais um dado que corrobora com a teoria. Um relato intrigante feito por um membro dos grupos do Facebook. Onde ele diz:

"Tenho uma contribuição e uma interpretação para compartilhar: contribuição - num voo TAM entre Belém (Pará) e São Paulo, sobre Minas Gerais, por volta das 10 h da manhã, pude observar pela minha janela a sombra do avião em que eu viajava... pude perceber um traço fino e reto projetado paralelo ao meu voo.... era o "chemtrail" do meu próprio voo... interpretação - por ser um voo comercial de rotina, fico induzido a questionar a denúncia... entretanto, isso ajudaria a encobrir algo mais grave que tenho suspeita.... acredito que os rastros dos voos comerciais denunciam algo mais sutil, não menos grave que o ataque químico... acredito que o traço é o resultado de uma queima incompleta do querosene devido à "porcariada" que já está dispersa no ar, ou seja, a turbina (ou o avião) não joga nada de novo, mas torna visível pela queima incompleta aquilo que entra pela turbina junto com o ar... pode ser o metano que está escapando do solo na Sibéria, pode ser querosene não queimado acumulado dos aviões na mesma rota, pode ser os elementos que são espalhados e que já estão homogenizados na atmosfera, pode ser uma série de alternativas.... o que temos certeza é que as turbinas dos voos comerciais nos servem para confirmar a presença de uma grave anomalia na atmosfera, que há anos atrás não ocorria... e isso é concreto."

A interpretação dada pelo sujeito acima vem de encontro às afirmações que temos feito sobre o real caráter da geoengenharia. Não tardará e todos irão reconhecer conosco essa nova faceta.

http://chemtrailbrasil.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário