10 de set de 2014

Você sabia que Quando a Mente pira, vai pro Corpo??


Tartang Tulku, iniciando seu livro “Gestos de Equilíbrio” diz:
“As pessoas estão dispostas a ir para a guerra e até a abrir mão de suas vidas por uma causa, mas elas não conseguem abrir mão das causas de seu sofrimento”.
Com certeza, é muito mais fácil ficar Mal do que ficar Bem.
Existem vícios que dizem respeito ao modo de nos relacionar com as pessoas e com nossa Pessoa (corpo-mente-espírito).
Em outras palavras, pode acontecer, claro que jamais com você, nem comigo (negação), enfim…Algumas pessoas ficam viciadas em sofrer.
Afastam as pessoas de si e sentem-se vazias, como se lhes faltassem CORPO, raíz, um solo onde pudessem se fincar a florir.
Sentem muita dificuldade em focar-se e criar uma rotina equilibrada e saudável para si.
Vivenciam re-vivenciam a mesma cenas, em suas mentes.
Apenas para sofrer mais uma vez, o que já foi difícil no momento real em que acorreu.
“…Naquilo que se concentra, aumenta…”
É um jargão muito usado que nos ajuda a entender que se tirarmos o foco da Dor e do Sofrimento e ao mesmo tempo cuidar com carinho delas, sé possível erguer o nível de qualidade de Vida.
Na minha experiência pessoal, quando a cabeça pira, eu vou para o Corpo.
Pratico exercícios que me exijam das pernas e pés, quero que a energia presa na minha cabeça desça para os pés, trazendo-me a sensação de raíz, acalmando minha respiração e por consequência, clareando minha Mente, antes conturbada.
Dependendo do tamanho e intensidade da energia presa na cabeça, fico mais de 60 minutos praticando o que aprendi e que chega como intuição sobre qual exercício e por quanto tempo devo fazer, de acordo com meu alívio.
Como eu gostaria de transmitir a importância do trabalho de corpo e da consciência corporal em nosso dia a dia, na lida com os movimentos do Corpo e da própria Vida.
Na verdade, não há segredo. O grande mistério é a negação do corpo, é agarrar-se ao sofrimento (que é diferente da Dor), é adiar o auto-conhecimento através do Corpo e de uma Boa Comunicação com o Mundo que nos cerca. O Corpo é um dos muitos caminhos.
A Palavra bendita é indispensável na Vida. Um relacionamento saudável pode curar todos os outros relacionamentos humanos.
O grande mistério para mim  é alguém com obesidade, ansiedade, depressão, angústia, dores pelo corpo, etc…, que apesar de estarem devidamente medicadas, não sentem o movimentos da Vida por dentro, por estarem entorpecidas em suas emoções, tentando adaptarem-se numa sociedade esquizofrênica, sem dar atenção aos apelos da própria alma.
Para quem “gosta” de usar a Dor como um desafio, como um alerta a respeito do estilo de vida que se vem praticando, existem várias alternativas de métodos terapêuticos, que auxiliam ao indivíduo na busca de seu bem estar e paz interior.
O processo de conscientização corporal, com a sua permissão e desejo, vai mudar a maneira como você se relaciona com seu corpo.
Sim, seu corpo terá um novo significado em sua Vida interior, as pessoas em sua volta vão notar isso e uma série de possibilidade vão aparecendo em sua vida, apenas porque você mudou o foco.
Se obrigou a observar e trabalhar seu corpo.  Decidiu perseverar, especialmente, nas dificuldades de se locomover, por causas físicas ou psíquicas.
Por tudo isso, eu dedico este post à todas as consciências, que neste momento, apesar da dor e do sofrimento, desejam desapegar-se de seu burburinho mental e iniciar a aventura do auto-conhecimento a partir do que temos de mais concreto e real: O Corpo.
No Rio de Janeiro, existe um grupo de prática se formando na Glória, todas as Terças e Quintas, de 7:30 às 8:45 da manhã. Temos espaço suficiente para acolher até 20 pessoas. Somos 5 até agora, por isso as inscrições estarão abertas até completar as vagas na sala.
Para aqueles que residem nas imediações, fica aqui uma possibilidade e um convite sincero.
Temos que adaptar nosso corpo ao  Novo Movimento planetário e Cósmico.
Precisamos adaptar nosso Corpo à Luz, à Bem aventurança e à Prosperidade.
Observe sua respiração
Articule sua mente
Vá para o Corpo
Sandra Moreira De Almeida
http://corpoinconsciencia.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário