25 de set de 2014

Enfermeiro 'canibal e pedófilo' é condenado a 9 anos de prisão na Inglaterra

Dale Bolinger confessou ter pensamentos canibais desde os seis anos de idade
O americano Dale Bolinger, um enfermeiro pedófilo de 58 anos com fetiche por canibalismo, foi sentenciado nesta quinta-feira a nove anos de prisão na Inglaterra.
Morador da cidade de Canterbury (sudeste da Inglaterra), Bolinger já havia sido condenado em julho sob a acusação de ter tentando se encontrar com uma menor de idade após flertar com ela pela internet.
O americano se declarou culpado em outras dez acusações, entre elas ter administrado veneno em uma amiga em julho de 2010 e de ter feito fotos com montagens pornográficas de crianças.
O réu admitiu pensar em atos canibais desde quando tinha seis anos de idade, mas alegou que este interesse se restringia a "fantasias".
A juíza responsável pelo caso disse que seu comportamento foi "repugnante, chocante e perigoso".

Machado

Casado por 34 anos e pai de três filhos, Bolinger havia comprado um machado um dia antes do encontro que havia marcado com a jovem, em 18 de setembro de 2012, em uma estação de trem. Ela nunca apareceu para o encontro.
Em conversas online descobertas pela Polícia, ele havia dito que fantasiava em fazer sexo com a jovem, decapitá-la e depois comê-la.
A princípio, a adolescente se identificava como "Eva" e dizia ter 14 anos. Em outros momentos, dizia chamar-se "Nada" e ter 16 anos. Sua real identidade nunca foi revelada.
Ele disse à Polícia que via crianças como comida. Em seu computador, havia uma imagem de uma menina deitada em um prato e com uma maçã na boca.

Fantasias

Bolinger foi investigado por policiais do condado de Kent, no sudeste da Inglaterra, em parceria com agentes do FBI (Polícia Federal americana).
Psiquiatras chegaram à conclusão que ele não sofre de nenhum distúrbio mental.
Ele usava uma série de nomes falsos em fóruns de fetiches na internet, como "Meatmarketman" (homem do mercado de carne, em inglês), segundo o detetive Tim Smith.
"Não tenho dúvidas que Bolinger representa um real perigo ao público", disse Smith.

BBC
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário