16 de ago de 2014

Tragédia cheia de teorias conspiratórias.....Nenhuma conversa referente ao voo de Campos foi registrada na caixa preta, segundo FAB

Nenhuma conversa referente ao voo de Campos foi registrada na caixa preta, segundo FAB
Tragédia cheia de teorias conspiratórias registra mais m capítulo, desta vez se trata da caixa preta do avião que transportava campos e outros 6 passageiros. Segundo nota divulgada pela Força Aérea Brasileira, a avaliação da caixa preta, peça chave para elucidação do acidente, não colheu nenhuma informação do voo trágico, o áudio gravado na caixa preta é de outro voo anterior, a FAB não soube precisar a data da gravação registrada na caixa preta.
A FAB minimizou o prejuízo com a falta do registro de áudio da caixa preta no dia do acidente e ressaltou que há outros meios para tentar responder o que teria causado o acidente - “É importante ressaltar que os dados obtidos no gravador de voz representam apenas um dos elementos levados em consideração durante o processo de investigação, não sendo imprescindíveis para a identificação dos possíveis fatores contribuintes”
Veja a íntegra da NOTA da FAB:
Os dados do gravador de voz (Cockpit Voice Recorder – CVR) da aeronave PR-AFA, que se acidentou no dia 13 de agosto, já foram extraídos e analisados por quatro técnicos do Laboratório de Leitura e Análise de Dados de Gravadores de Voo (Labdata) do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).
As duas horas de áudio, capacidade máxima de gravação do equipamento, obtidas e validadas pelos técnicos certificados, não correspondem ao voo realizado no dia 13 de agosto.
Não é possível, até o momento, determinar a data dos diálogos registrados no CVR, tendo em vista que esse tipo de equipamento não registra essa informação. As razões pelas quais o áudio obtido não corresponde ao voo serão apuradas durante o processo de investigação.
É importante ressaltar que os dados obtidos no gravador de voz representam apenas um dos elementos levados em consideração durante o processo de investigação, não sendo imprescindíveis para a identificação dos possíveis fatores contribuintes. (Com Veja)
http://www.revoltabrasil.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário