26 de jul de 2014

Os Livros Proibidos igreja católica(Index Librorum Prohibitorum) ...censurados por diversas razões; heresia, deficiência moral, sexo explícito, entre outras.

Posted by Semeando Paz on 26.7.14No comments

O Index Librorum Prohibitorum ou Index Expurgatorius é uma lista das paublicações que a igreja católica condena, geralmente por serem de conteúdos contraditórios a história e aos dogmas da igreja. O propósito dessa lista é evitar a leitura de seus fieis e a corrupção dos mesmos.
Criado em 1559 pela Sagrada Congregação da Inquisição da Igreja Católica Romana (posteriormente conhecida como a Congregação para a Doutrina da Fé), o "Index" continha nomes de autores cujas obras estavam proibidas em sua totalidade.
A lista incluiu autores literários como Rabelais (obra completa) ou La Fontaine (contes et nouvelles), pensadores como Descartes e Montesquieu e científicos como Conrad Gessner e Copérnico. Este ultimo entrou na lista como consequência do processo de Inquisição contra Galileu, por um decreto da Congregação Geral, que obrigava expurgar certas passagens imcompatíveis com a fé, que confirmavam que a terra não era o centro do sistema solar e sim o sol (teoria heliocêntrica). Johannes Kleper também foi incluído na lista por defender o heliocentrismo.
A 32° edição do Index publicada em 1948, continha aproximadamente 4.000 títulos censurados por diversas razões; heresia, deficiência moral, sexo explícito, entre outras. Incluia também, junto a uma parte da lista hitórica, boa parte dos novelistas do século XIX, como Zola, Balzac e Victor Hugo. Entre os pensadores se encontram Michel de Montaigne, Descartes, Pascal, Montesquieu, Spinoza, David Hume, Kant, Beccaria, Berkeley, Condorcet e Bentham.
Autores notáveis como Schopenhauer, Marx e Nietzsche, devido as seus ateísmos e hotilidades a igreja católica eram nomes certos a cada edição da lista.
Como lista oficial e a excomunhão que implicava sua leitura, foi abandonada em 1966 com o fim do Segundo Concílio do Vaticano sob o papado de Paulo VI. Porém muitos líderes católicos ainda condenam a leitura desses livros como pecados gravíssimos.
Em 2003 o assunto vem a tona novamente com a publicação do livro O Código Da Vinci, do escritor americano Dan Brown. O livro causou polêmica ao colocar em dúvida a divindade de Jesus Cristo, O livro tem recebido críticas de religiosos, argumentando que Brown distorceu os fatos históricos.
O modo como a trama de Dan Brown trata a Igreja Católica, tem eliciado muitas críticas. O livro tem tido muitas vezes uma resposta negativa entre grupos cristãos.
E em 2005 o Vaticano incluiu o Código Da Vinci na lista dos livros proibidos pela igreja, mesmo esta não sendo mais oficialmente publicada. E apesar de todo o esforço e oposição da Igreja, a obra de Dan Brown tornou-se um best-seller com mais de 70 milhões de cópias vendidas em todo o mundo.
Alguns autores que tiveram suas obras inclusas no Index:
* Friedrich Nietzsche
* Joseph Addison
* Francis Bacon
* Simone de Beauvoir
* Cesare Beccaria
* Jeremy Bentham
* Henri Bergson
* George Berkeley
* Thomas Browne
* Giordano Bruno
* John Calvin
* Auguste Comte
* Nicolaus Copernicus
* Jean le Rond d'Alembert
* Erasmus Darwin
* Daniel Defoe
* Alexandre Dumas
* Alexandre Dumas filho
* Desiderius Erasmus
* Johannes Scotus Eriugena
* Frederick II of Prussia
* Galileo Galilei
* Edward Gibbon
* Vincenzo Gioberti
* Graham Greene
* Heinrich Heine
* Thomas Hobbes
* David Hume
* Cornelius Jansen
* Adam F. Kollár
* Nikos Kazantzakis
* Johannes Kepler
* Hughes Felicité Robert de Lamennais
* John Locke
* Martin Luther
* Niccolò Machiavelli
* Maimonides
* Nicolas Malebranche
* Jules Michelet
* John Stuart Mill
* John Milton
* Ernest Renan
* George Sand
* Jonathan Swift
* Miguel de Unamuno
* Maria Valtorta
* Theodoor Hendrik van de Velde
* Gerard Walschap
* Huldrych Zwingli


http://millenium1618.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário