15 de jul de 2014

Farmacêutica Roche (Eugenista) diz ter obtido prioridade em revisão de remédio para câncer de colo do útero

Posted by Semeando Paz on 15.7.14No comments


ZURIQUE (Reuters) - A farmacêutica Roche disse que os reguladores de saúde dos Estados Unidos garantiram prioridade na revisão do remédio Avastin quando combinado com quimioterapia para tratamento de mulheres com câncer de colo de útero.

Uma aprovação pela reguladora dos EUA, a FDA, para o tratamento desse tipo de câncer abriria um grande mercado para o uso do remédio por pacientes para os quais a quimioterapia não teve efeito.

Cerca de 4 mil mulheres nos EUA e outras 250 mil no mundo todo morrem todos os anos por essa doença.

"Essa aplicação regulatória para o Avastin é importante porque a quimioterapia é o único tratamento aprovado para mulheres com metástase, câncer de colo de útero persistente ou recorrente", disse Sandra Horning, vice-presidente médica e chefe de Desenvolvimento Global de Produto da Roche, em um comunicado.
 

A aprovação segue um estudo favorável que mostrou que o remédio ajudou a prolongar a vida de mulheres com esse tipo de câncer em estágio avançado, quando combinado com quimioterapia em um estudo clínico avançado.

(Por Katharina Bart)
 
FONTE:




VEJA O QUE É RELATADO SOBRE O MEDICAMENTO AVASTIN

FDA indica que Avastin não funciona contra câncer de mama
 

Agência Americana de Alimentos e Medicamentos afirma que tomará medidas para revogar a autorização e mudar a bula do remédio

AFP | 16/12/2010 20:38

A Agência Americana de Alimentos e Medicamentos (FDA) disse nesta quinta-feira que o Avastin não tem eficácia no tratamento do câncer de mama, e acrescentou que tomará medidas para revogar a autorização e mudar sua bula.

Com base nas recomendações feitas este ano por um painel de especialistas, a FDA indicou que o Avastin (bevacizumab) acarreta riscos como pressão alta severa e hemorragias, além de não prolongar a vida das mulheres que sofrem de câncer de mama.

"A agência recomenda eliminar (a referência ao) câncer de mama na bula do Avastin, porque não se mostrou seguro e eficaz para esse fim", disse a FDA em um comunicado.

O painel independente de especialistas aprovou por 12 votos a 1 a recomendação de retirar da bula do Avastin a referência ao seu uso no tratamento do câncer de mama em estágio avançado.

"Após cuidadosas revisões dos dados clínicos, e baseados em quatro estudos independentes, recomendamos que se retire a referência ao uso do Avastin para o tratamento do câncer de mama", ressaltou Janet Woodcock, do Centro para a Avaliação e Investigação de Drogas da FDA.
 
FONTE:
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário