17 de abr de 2014

Don’t Make Me Go Back, Mommy” — Um Livro Infan­til Assus­ta­dor sobre Abuso Ritual Satânico

Don’t Make Me Go Back, Mommy” (Não me faça vol­tar, mamãe), é um livro infan­til publi­cado em 1990, escrito pelo autor Doris San­ford. Segundo a des­cri­ção do livro:
As pala­vras do texto e os obje­tos e situ­a­ções ilus­tra­das são base­a­dos em meses de intensa inves­ti­ga­ção sobre a natu­reza e a prá­tica de abuso ritual satâ­nico. Qual­quer cri­ança que foi abu­sada ritu­al­mente vai reco­nhe­cer a vali­dade dessa história.
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 021231 000 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Ima­gem do livro “Don’t Make Me Go Back, Mommy”.
O livro foi comer­ci­a­li­zado prin­ci­pal­mente para pro­fis­si­o­nais de saúde men­tal, con­se­lhei­ros esco­la­res, orga­ni­za­ções de pais e gru­pos de apoio. O resumo na parte de trás do livro lê-​se:
Quando os pais de Alli­son, de cinco anos de idade, come­çam a notar uma mudança em seu com­por­ta­mento em casa, eles pro­cu­ram ajuda pro­fis­si­o­nal para ela. Acham que Alli­son e outras cri­an­ças foram abu­sa­das em ritu­ais em uma cre­che. Assim começa a recu­pe­ra­ção de Alli­son atra­vés de acon­se­lha­mento e atra­vés de afir­ma­ções de seus pais de que não era culpa dela, que ela é pre­ci­osa e amada, e eles vão mantê-​la segura.
Embora o livro tenha pro­va­vel­mente a inten­ção de aju­dar as cri­an­ças a reco­nhe­cer e iden­ti­fi­car sinais de Abuso Ritual Satâ­nico, “Sata­nic Ritual Abuse” (SRA), ele é no entanto o livro infan­til mais ter­rí­vel já escrito. O livro é escrito em códi­gos e con­tém sím­bo­los que ape­nas víti­mas de SRA podem reco­nhe­cer, o que torna a lei­tura do livro de não víti­mas uma expe­ri­ên­cia arre­pi­ante e assus­ta­dora. Con­forme indi­cado em outros arti­gos neste site, SRA é um ele­mento básico do Con­trole Men­tal Monarca. Esse livro reflete, por­tanto, vários aspec­tos do con­trole men­tal como o uso de dro­gas, jogos men­tais, abuso ritual, cerimô­nias satâ­ni­cas e assim por diante.

Aqui estão algu­mas pági­nas tira­das do livro

Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 003 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Esta página se refere a um “suco mágico” dado pelo pro­fes­sor, que é uma palavra-​código para dro­gas. A ima­gem des­creve coe­lhos bran­cos em uma gai­ola que repre­sen­tam as pró­prias cri­an­ças. Os pro­fes­so­res (mani­pu­la­do­res) pro­va­vel­mente ferem os coe­lhos para mos­trar às cri­an­ças o que acon­te­ce­ria se elas traís­sem sua confiança.
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 002 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Esta página assus­ta­dora mos­tra cri­an­ças que estão sendo tran­ca­das. Mais impor­tante ainda, a menina diz que “se casou hoje.” Atrás da mãe vemos o véu do casa­mento infan­til. Embora não expli­ci­ta­mente decla­rado, esta pégina refere-​se a víti­mas SRA tornando-​se “noi­vas de Sata­nás” atra­vés de ritu­ais ater­ro­ri­zan­tes rea­li­za­dos pelos manipuladores.
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 005 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
No dia do Hal­loween (tam­bém conhe­cido como o dia de Samhain, que é acre­di­tado ser um dia em que o véu que nos separa do mundo dos espí­ri­tos fica mais fino), os pro­fes­so­res estão ves­ti­dos como bruxa e esque­leto. “O ani­ver­sá­rio de Becky” será real­mente um ritual oculto.
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 006 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Aqui vemos Becky de pé e nua no meio de um “cír­culo mágico”, onde um ritual satâ­nico está pres­tes a ocor­rer. O pro­fes­sor diz sobre o cír­culo: “Não há como sair, por­que não há fim para isso”, que é o tipo de coi­sas que os mal­di­tos mani­pu­la­do­res dizem aos escra­vos para con­fun­dir e controlá-​los.
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 001 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Esta página refere-​se a um monte de coi­sas ter­rí­veis asso­ci­a­das ao SRA: O mani­pu­la­dor se tor­nando a “outra mãe”, a mãe ver­da­deira per­dendo seu “título”. E o mais pre­o­cu­pante, o texto refere-​se a uma “sala de estrela de cinema”, que é onde o abuso ritual é fil­mado pelos manipuladores .
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020222 007 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
A cri­ança aqui refere-​se nova­mente ao abuso codi­fi­cado como “cirur­gia mágica”. O “mons­tro” na cri­ança pro­va­vel­mente se refere ao fato de que as víti­mas de SRA são atri­buí­das a demô­nios durante o trauma. Observe onde a cri­ança cutuca o coe­lho branco .
Dont Make Me Go Back Mommy20140405 020221 004 Dont Make Me Go Back, Mommy   Um Livro Infantil Assustador sobre Abuso Ritual Satânico
Observe o coe­lho branco morto ao lado da criança.
Embora o autor de “Don’t Make Me Go Back, Mommy” tenha pro­va­vel­mente tido boas inten­ções, a reda­ção codi­fi­cada do livro e as ima­gens assus­ta­do­ras são sufi­ci­en­tes para trau­ma­ti­zar uma cri­ança por si só. Vamos dizer que esta não seria a minha pri­meira esco­lha para uma his­tó­ria de ninar. Dito isto, cada vez que esse livro — ou SRA em geral — são men­ci­o­na­dos online (ou seja, em arti­gos no Buzz­Feed ou nas rese­nhas de livros da Ama­zon), há tone­la­das de comen­tá­rios insis­tindo no fato de que SRA não existe e que é um mito que foi pro­pa­gado na década de 80.
A minha per­gunta é: Como alguém pode ter tanta cer­teza e con­vic­ção de que algo não existe? Por que alguém iria tomar tempo sali­en­tando o fato de que algo não existe? Qual o inte­resse por trás disso? É pos­sí­vel que alguns comen­ta­ris­tas de inter­net estão sendo pagos para se cer­ti­fi­car de que todas as refe­rên­cias a SRA sejam total­mente desa­cre­di­ta­das e ridi­cu­la­ri­za­das online? Uma coisa é certa, quando se inves­tiga a his­tó­ria e os meca­nis­mos de con­trole men­tal, com­bi­nado com o fun­ci­o­na­mento da elite ocul­tista, a exis­tên­cia de SRA está longe de ser um mito. É um fato documentado.
No caso da Pré-​Escola McMar­tin, cerca de 800 cri­an­ças foram tes­te­mu­nhas cujas his­tó­rias cola­bo­ra­ram com o SRA e a pro­gra­ma­ção que foi feita, mas a mídia e o sis­tema judi­cial foram capa­zes de enco­brir o abuso e mos­trar na tele­vi­são que os abu­sa­do­res foram víti­mas! Foi só depois que o caso aca­bou, e o imó­vel foi ven­dido, que a prova tan­gí­vel (os túneis secre­tos com para­fer­ná­lia) foram encon­tra­dos, e, em seguida, a imprensa aba­fou aquilo tam­bém. Os agres­so­res, mui­tas vezes, usam más­ca­ras e fantasias.
Vamos dizer que um pro­gra­ma­dor usa uma roupa de Mic­key Mouse, e que a cri­ança iria se lem­brar e dizer: “Mic­key Mouse me machu­cou. Agora quem é que vai acre­di­tar na cri­ança? A cri­ança disse a ver­dade, mas será repre­en­dida por dizer a ver­dade. Não demora muito para que uma cri­ança gra­ve­mente abu­sada, que foi pro­gra­mada para ficar em silên­cio, aprenda que nin­guém quer ouvir a ver­dade de jeito algum — Fritz Spring­meier , The Illu­mi­nati For­mula To Cre­ate a Mind Con­trol Slave
Fonte: Os Illu­mi­nati /​Vigi­lant Citizen
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário