31 de mar de 2014

HOMEM QUE AFIRMA TER SIDO AMANTE DE VLADIMIR PUTIN FOI MORTO EM ZURIQUE



Zurich | Iouri Michaelevitch, um ex-assistente de personnal do presidente russo, foi encontrado morto última segunda-feira em seu apartamento suíço depois de algum dos vizinhos reclamaram do cheiro que emana da residência. De acordo com departmnent de polícia da cidade, muitos indícios recolhidos no local sugerem que ele pode ter sido vítima de uma trama de assassinato elaborado.

"As forças policiais só foram capazes de proceder à análise preliminar antes vimos uma fonte de radiações na cena e tive que chamar uma equipe de descontaminação", explica Sven Munger do Departamento de Polícia de Zurique. "Podemos confirmar que o agente radioativo é um produto russa muito raro chamado TCDD dioxina. As pistas que recolhemos são insuficientes para pronunciar uma conclusão definitiva, mas a complexidade da trama de que expuseram reduz significativamente o número de suspeitos. "

A vítima tinha atraído muita atenção por parte do governo russo e da mídia em 2011, quando ele tinha escrito um livro intitulado " Я был любовник Путина "(" eu era amante de Putin "), que foi retirado das prateleiras antes do lançamento oficial, depois de um decreto presidencial. Um mandado exigindo a prisão do autor também foi emitido em toda a Rússia, levando-o a apresentar uma demanda de asilo político por parte do Estado helvético.

Muitas fontes também afirmam que o Sr. Michaelevitch jantou com um adido da embaixada russa, cinco dias antes de seu corpo foi encontrado, um caso estranhamente semelhante ao do ex-presidente ucraniano, Viktor Yushchenko, em 1999.
FONTE: http://worldnewsdailyreport.com/man-claiming-to-have-been-vladimir-putins-lover-killed-in-zurich/#sthash.deTTQWYm.dpuf
http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário