19 de fev de 2014

FORTES PORÉM NECESSÁRIA......FOTOS DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS


"FOTOS DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E OU CONTATOS INTIMOS"
SARNA OU ESCABIOSE:




SARNA OU ESCABIOSE:
NOME POPULAR

A escabiose humana é comumente conhecida como SARNA.

O QUE É?

Causada pelo ácaro Sarcoptes Scabiei

TRANSMISSÃO

A transmissão ocorre por contato pessoal, e também pelo compartilhamento de roupas de cama e de colchões infectados pelos parasitas causadores da doença.

A sarna não escolhe sexo, raça ou idade.A falta de higiene pessoal e habitacional facilita a proliferação dos parasitas.

SINTOMAS

O principal sintoma é a coceira, que em geral é intensa e bastante incômoda, sendo referida com mais freqüência durante a noite.

As regiões mais atingidas são as dobras do corpo(espaços entre os dedos, axilas, dobras dos braços, atrás dos joelhos e orelhas, a cintura, as nádegas, embaixo das mamas, genitais, pescoço, pés).O quadro pode complicar-se com infecções secundárias na pele devidas principalmente, ao ato de se coçar com as unhas sujas.

TRATAMENTO

Existem loções de pele específicas para escabiose e podem também ser usadas medicações específicas para o alívio da coceira, devendo ser indicadas somente por um médico.

As roupas de uso diário e as roupas de cama devem ser trocadas todos os dias, colocadas para lavar e passar a ferro.Todas as pessoas da casa que tiverem qualquer tipo de coceira devem se tratar ao mesmo tempo, para evitar a recontaminação.As unhas devem ser escovadas com sabonetes acaricidas para a retirada de parasitas ali depositados pelo ato de coçar.

PREVENÇÃO

Para evitar a doença não use roupas pessoais, roupas de cama ou toalhas emprestadas, evite aglomerações ou contato íntimo com pessoas de hábitos higiênicos duvidosos.

Em pessoas com bons hábitos higiênicos, a sarna pode ser confundida com outras doenças que causam coceira, devendo o diagnóstico correto ser realizado por um médico dermatologista que indicará o tratamento ideal para cada caso.



HERPES LABIAL: A herpes não tem cura, o vírus permanecerá no organismo e através da injestão de acyclovir ou famciclovir, que será prescrito por seu médico, os sintomas serão amenizados. Coso esteja grávida, informe ao médico responsável pelo tratamento para que possa decidir a medicação.
As lesões do herpes facial (p.ex, vesículas dolorosas) também são fonte de transmissão pela prática do sexo oral. Conseqüentemente, deve-se evitar o sexo oral se o parceiro tiver herpes facial em ativadade

HERPES:

HERPES GENITAL MASCULINA:A herpes genital não tem cura, o vírus permanecerá no organismo e através da injestão de acyclovir ou famciclovir, que será prescrito por seu médico, os sintomas serão amenizados. Coso esteja grávida, informe ao médico responsável pelo tratamento para que possa decidir a medicação.

HERPES GENITAL FEMININA:








 HERPES LABIAL:

A Infecção. O que é herpes?

Herpes é uma infecção viral comum, causada pelo virus do herpes simples (HSV). Existem dois tipos deste virus: o tipo 1 e o tipo 2. Além da região genital, o virus pode infectar o orifício retal, as nádegas, a parte superior das coxas, a boca, os lábios ou a face; a infecçã dos lábios ou da face é o herpes facial, que apresenta vesículas dolorosas. Essas infecções possuem aspecto essencialmente idêntoci quando ocorrem em superfícies externas.

O que é um vírus?
Saber o que são virus e como eles crescem é a chave para a compreensão do herpes genital. Por ser um parasita intracelular, o vírus não pode sobreviver sozinho, sendo inteiramente dependente das células que invade.

Os vírus e as bactérias são os microorganismos que mais comumente causam infecção em seres humanos, mas as bactérias são maiores e comparativamente independentes. Esses fatores fazem com que as bactérias sejam mais fáceis de ser isoladas e eliminadas.

Infecções por virus
O vírus invade o organismo humano, com freqüêcia através de um ferimento na pele ou pela mucosa da boca e da área genital.

Uma vez dentro da célula humana, o vírus usa o material da célula do hospedeiro para se reproduzir (processo conhecido como replicação). Neste processo, a célula é destruída. A destruição da célula do hospedeiro é responsável pelos sinais (p.ex., bolhas) e sintomas (p.ex., formigamento, dor) característicos do episódio de herpes.
A infecção pelo herpes genital ocorre mediante exposição da região genital ao vírus de um parceiro com herpes em atividade (por contato genital ou oral).
O primeiro episódio é denominado infecção inicial ou primária e é neste estágio que alguns vírus retornam aos gânglios neurais. Os episódios subseqüentes, conhecidos como reativações, ocorrem se e quando o virus sofre replicação no gânglio, liberando partículas virais que migram pelo nervo de volta ao local da infecção inicial.

Locais de infecção
Nas mulheres, as áreas genitais mais comumente acometidas são a vulva e a entrada da genitália.
Algumas vezes, também podem surgir lesões no colo do útero.
Nos homens, as lesões são mais comuns na glande (final do falo), no prepúcio e no corpo do falo.
Algumas vezes podem surgir lesões nos testículos.A herpes genital não tem cura, o vírus permanecerá no organismo e através da injestão de acyclovir ou famciclovir, que será prescrito por seu médico, os sintomas serão amenizados. Coso esteja grávida, informe ao médico responsável pelo tratamento para que possa decidir a medicação.


CONDILOMA ACUMINADO:


Condilomatose vulvovaginal e vaginose bacteriana:
O condiloma acuminado é a manifestação clínica da infecção pelo HPV de baixo risco oncogênico na região genital masculina e feminina. Cerca de 40 tipos de HPV podem infectar o trato genital4, e a infecção ficar latente por meses ou anos ou causar lesões exofíticas (verrucosa, papulosa ou plana) em pele ou mucosas (vulva, órgão genital feminino, colo, orifício retal, órgão genital masculino, bolsa testicular e boca).

O condiloma acuminado é uma manifestação genital da infecção pelo papilomavírus humano (HPV), pertencente à família Papillomaviridae, e é capaz de infectar células epiteliais cutâneas ou mucosas com base no tropismo viral e na suscetibilidade do tecido ao vírus1. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que mais de 630 milhões de pessoas no mundo estejam infectadas por estes vírus2. No Brasil, o Ministério da Saúde estima em nove a dez milhões de infectados por HPV, ocorrendo a cada ano 700 mil novos casos3.

Atualmente, mais de 200 tipos de HPV humanos já foram identificados, podendo ser classificados de acordo com sua oncogenicidade em baixo e alto risco, assim como pela sua afinidade tecidual em mucosotrópicos e epidermotrópicos4.

Resultado após 8 semanas de tratamento cirúrgico combinado com imiquimode.


CHLAMIDIANA OFTALMICA


URETRITE GONOCÓCICA:GONORRÉIA

CANDIDAS ALBIANS:
A doença
A candidíase é provocada por um fungo, a "candida albicans" ( o mesmo que provoca o sapinho na boca de recém nascidos).
           
Como sinais e sintomas apresenta coceira na região infectada, dor a relação sexual, secreções e corrimentos esbranquiçados semelhantes a nata de leite na mulher . O homem geralmente apresenta apenas coceira no pênis, podendo muitas vezes não ter nenhum sintoma.
CANCRO DURO: SÍFILIS
Sifilis é uma doença infecciosa de evolução crônica (lenta) tendo como agente causador o Treponema pallidum. As manifestações clínicas da sífilis dispõem-se em fases distintas podendo iniciar-se de 2 a 3 meses após a relação.

Sífilis primária
Inicia-se com a formação de uma úlcera (cancro) geralmente única, com a base endurecida, lisa, brilhante, contendo um pouco de secreção. Esta ulcera ocorre no local em que houve o contato e penetração, podendo ocorrer no pênis, na vagina (interna ou externamente) , podendo ainda ser encontrada nos lábios , interior da boca, dedos ou qualquer parte do corpo que tenha entrado em contato com a ferida do parceiro contaminado.
IMPORTANTE: esta úlcera tende a cicatrizar-se sozinha em 3 a 5 semanas levando a pessoa a crer que “sarou”. Desta forma ela deixa de procurar tratamento médico, evoluindo para a segunda fase da sífilis.

CONDILOMA ACUMINADO: CRISTA DE GALO
A doença
É uma DST popularmente conhecida como "crista de galo" causada por um vírus (HPV - Human Papilloma Virus) caracterizada pelo crescimento de uma lesão tipo verruga (couve-flor) na região de contato (pênis, vagina ou anus). A presença do vírus pode ser assintomática principalmente na mulher ou a lesão inicial pode ser pequena e passar despercebida a ambos os sexos.
Transmissão:
É feita por contato direto durante a relação sexual, podendo aparecer a lesão entre 2 semanas a 1 ano após o contato.

Complicações do tratamento tardio ou não tratamento:
em ambos os sexos :crescimento exagerado das verrugas, trazendo alterações estéticas da área genital, dificultando inclusive a higienizaçao, propiciando assim a possibilidade de infeções secundarias.
na mulher: existe forte correlação entre a presença desta classe de vírus (HPV) com câncer de colo uterino. Daí a importância do exame ginecológico preventivo .
no recém-nascido: contaminação durante o parto.
Tratamento:
O tratamento é realizado com a cauterização local ou cirurgia para a retirada de verrugas mais extensas. É comum as lesões tornarem a aparecer após o tratamento, devendo-se ficar atento.
Prevenção:
O uso de preservativo é o único método que oferece alguma proteção.

EXTENSA CONDILOMATOSE VULVAR


 
FASE CRÔNICA DO LINFOGRANULOMA VENÉREO:
A doença
É uma doença causada pela bactéria Chlamydia trachomatis que causa inflamação de gânglios linfáticos (ínguas) da região da virilha.
Inicialmente surge uma ou mais pequenas úlceras (2 ou 3mm) que cicatrizam sozinhas em cerca de 4 dias.
Depois de 2 a 4 semanas da cicatrização surge o inchaço dos gânglios inguinais (virilha) que tornam-se grandes, dolorosos e com úlceras extravasando grande quantidade de líquido purulento. Nesta fase há geralmente sintomas gerais como febre, mal estar, etc.
Transmissão:
É feita por contato sexual, surgindo os primeiros sintomas após 30 a 60 dias da relação.
Complicações do tratamento tardio ou não tratamento:
na mulher: elefantíase (inchaço) vaginal, partos prematuros
no homem: elefantíase peniano e escrotal (inchaçco intenso) .
em ambos os sexos: em casos de relações anais ,evacuação sanguinolenta, diarréias, dor abdominal
no recém-nascido: conjuntivite ou pneumunites neonatais
Tratamento:
É feito com antibióticos específicos por via oral.
prevenção:
O uso de preservativos pode ser eficiente.

 GONORRÉIA
A doença
É uma DST caracterizada secreção purulenta (amarelada) na uretra do homem e vagina na mulher. Inicia-se geralmente com coceira e ardência para urinar. É ainda hoje, uma das DSTs mais comuns por muitas vezes não apresentar sintomas importantes na mulher,sendo causada por uma bactéria : a Neisseria gonorrhoeae.

GONORRÉIA



LESÃO ULCERADA CRÔNICA NO GRANDE LABIO VULVAR. DONOVANÓSE
 





LESÕES DE CANCRO MOLE EM GLANDE E SULCO BALANOPREPUCIAL ACOMPANHADAS DE ADENOPATIA INGUINAL INFLAMATÓRIA:
A doença
Cancro Mole (cavalo) é causada pela bactéria Hemophilus Ducreyi afetando homens e mulheres.
Caracteriza-se por feridas tipo úlcera, semelhante a sífilis, diferenciando-se desta por apresentar geralmente lesões múltiplas (pode ser única), por serem dolorosas, de borda irregular com contornos avermelhados e fundo irregular, cobertos por secreção amarelada, purulenta, com odor fétido e tendência a sangramento em leves traumatismos. Pode haver formação de íngua na região da virilha.
Importante observar que não é raro infeção mista; cancro mole e sífilis simultaneamente.
Transmissão:
A transmissão é por via sexual em qualquer forma (vaginal, oral, anal), aparecendo as lesões entre 3 a 5 dias após a relação sexual.


 
lESÕES EXUCERADAS DE HERPES GENITAL VULVAR:
A doença
Herpes genital é causado por um vírus chamado de "virus herpes simplex", tipo 2.
O primeiro sintoma é o aparecimento de minúsculas bolhas agrupadas (vesículas) que causam dor e ardência no local de inoculação (contato). Com o passar dos dias estas vesículas vão se rompendo e liberando pequena quantidade de líquido os quais formarão crostas ao secarem. Este líquido contem grande quantidade de vírus e é altamente infectante. Durante a fase de ruptura das vesículas pode haver febre e ínguas na região inguinal.
Transmissão:
A transmissão se dá por relação sexual em suas várias formas (vaginal, oral e anal), podendo aparecer sintomas iniciais entre 2 a 12 dias após a relação sexual nas áreas de contato.
Complicações do tratamento tardio ou não tratamento:
Na mulher: abortamentos, parto prematuro e infecções uterinas,
Em ambos os sexos: O herpes recidivante genital é freqüente e tende a durar de 5 a 10 dias, retornando em "crises" quando há queda da resistência corporal do portador do vírus,
No recém-nascido: ocorre contaminação da criança durante o parto quando a mãe apresenta as lesões na hora do parto, estando indicado parto por cesárea nestes casos. O herpes neonatal é grave e muitas vezes fatal. Dos sobreviventes, 50% têm seqüelas neurológicas ou nos olhos.


LESÕES VERRUCOSAS DE CONDILOMA ACUMINADO:



LESÕES VULVARES DE CANCRO MOLE


 
ROSEOLAS SIFILÍTIAS EM FACE E LABIOS: SÍFILIS

Sífilis secundária:
Com a falta de tratamento a pessoa começa a apesentar mal estar e feridas na pele dos braços, tórax e abdomem que também tendem a desaparecer espontaneamente em poucos dias ou semanas, o que leva algumas pessoas a continuarem sem tratamento médico, evoluindo para a fase mais perigosa desta doença : a sífilis terciária
Sífilis terciária:
Com o passar dos anos sem tratamento lesões mais graves começam a surgir também em órgãos internos como coração, rins, artérias e cérebro resultando por fim a morte por falência dos órgãos.
Transmissão:
A transmissão se dá pelo contato sexual, em qualquer de suas formas.

SÍFILIS:
Transmissão:
A transmissão se dá pelo contato sexual, em qualquer de suas formas.
Complicações do tratamento tardio:
na mulher : em grande a mulher não apresenta sintomas e não vê a úlcera por estar dentro da vagina, exceto na região anal,
no homem : incomodo pela presença da úlcera,
no recem-nascido: lesões graves no cérebro, coração e rins,
em homossexuais: as já citadas anteriormente, podendo a úlcera estar localizada na região do ânus em homosexuais masculinos.
Tratamento:
O tratamento é realizado com o uso de antibióticos que conseguem realmente curar a vítima e evitar graves complicações quando utilizado no início da doença.
Prevenção:
Diminuir o número de parceiros, higiene antes e após o sexo.
O uso do preservativo oferece alguma proteção.


SÍFILIS


SÍFILIS MASCULINA


 












VULVOVAGINITE POR CANDIDAS ALBICANS 
Reações:

9 comentários:

  1. Usando preservativos se 'escapa' de quase todas essas Doenças Venéreas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava sofrendo de herpes genital desde 6 meses. Foi prescrito vários medicamento anti-viral, mas não podia ver qualquer melhora. Basicamente iria partir um foco para a próxima. Finalmente, por recomendação do meu melhor amigo, decidi experimentar o remédio herbal de resgate, que são feitos em forma líquida com a raiz natural e ervas do Dr Molemen. Dentro de algumas semanas, eu podia ver melhorias nos sintomas. As feridas começaram a cicatrizar e agora eram menos dolorosas. Tenho vindo a utilizar este medicamento desde então e agora pararam completamente novos focos. Recomendo que meus outros amigos lá fora que estão sofrendo de herpes para experimentar este medicamento.
      contato: drmolemenspiritualtemple@gmail.com ou (dr.molemenspiritualtemple@yahoo.com) ou ligar para ele +2347036013351 para compra.

      Excluir
  2. Rachaduras ao redor da cabeça do pénis,q tipo de vírus pode ser e como trata ló.

    ResponderExcluir
  3. Rachadura na cabeça do pênis. O que é e qual tratamento?

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma ferida em baixo da pele do pênis o que eu devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tomar bezetacil 3 de duas por 3 semanas

      Excluir
  5. Oi,
    Meu nome é Sarah Anik, seis meses atrás eu tive relações sexuais com o terceiro cara na minha vida que eu estava prestes a se casar e agora tenho herpes. Eu não podia acreditar, porque ele não era um cara aleatório, ele é o cara armário que eu tive como um namorado, mas ele tem sido um pesadelo sem fim desde então. Eu sempre acreditei em Deus e ter-lhe pediu perdão que é irônico.
    Eu senti como se me matar com o ensinou de ter um marido e família vai ser bastante difícil e eu me senti como se eu não estou realmente no quarto quando as pessoas estão falando. Eu não sabia o que fazer e praticamente grito e orar todos os dias a Deus por ajuda e olhando para minha família com muito amor e sentimento que eu tenho decepcionado eles, embora eles não sabem. Até que Deus me levar a DR. SOLUÇÃO on-line que prometeu me ajudar a curar a minha doença através de ervas. No começo eu não acreditava nele, mas para minha maior surpresa que eu estava completamente curado por ervas, que médico também verificou que eu estava curado. Um agradecimento especial ao Dr. SOLUÇÃO.
    Não seja desencorajar porque ele que fez isso por mim também vai fazer isso por você e você pode entrar em contato com ele através de seu endereço de e-mail solutionhealinghome@gmail.com ou chamá-lo em seu número de telemóvel +2348077683109 ou visite seus sites www.healinghome.webs .com para mais informações.

    ResponderExcluir