13 de dez de 2013

Jovem homossexual comete suicídio em shopping

Rejeitado pela família, jovem homossexual comete suicídio em shopping de Manaus. A vítima tinha acabado de sair de uma sessão de terapia com um psicólogo

miro martins homossexual suicídio






O jovem Miro Martins (Reprodução)
Mais um daqueles desfechos trágicos envolvendo rejeição e homofobia. Nesta terça-feira (10/12), por volta de 11h30, um homem se jogou do estacionamento do cinema do Millennium Shopping, em Manaus (Amazonas), que fica no 10º andar do prédio. O corpo foi encontrado no térreo com o crânio partido ao meio, após o impacto com a ponta de um dos vasos de plantas do local.

A vítima foi identificada como sendo Miro Martins, um jovem professor de inglês, que tinha acabado de sair de uma sessão de terapia com um psicólogo. Miro era abertamente gay, mas não tinha o apoio da família em relação a sua sexualidade. O IML agiu rapidamente e removeu o corpo do pátio, mas não evitou que curiosos fotografassem e postassem as imagens da fatalidade nas redes sociais. As imagens fortes não serão divulgadas em Pragmatismo Político.
Através de um comunicado no perfil do Facebook, Renato e Hiléia Silva, pais do rapaz, demonstraram tristeza com o ocorrido. “Ontem, nosso precioso e amado Miro faleceu tragicamente. Ele se jogou do 10 andar. Estamos todos arrasados com esta perda irreparável e insuperável”, declararam. “Miro sempre foi um rapaz doce, carinhoso, muito amigo. Agradecemos todas as manifestações de carinho”, concluiu o casal.

 http://www.pragmatismopolitico.com.br
Reações:

4 comentários:

  1. Eu sou prima do Miro,estou grávida e evitei tanto ver fotos do ocorrido, mas apòs ler o que você escreveu, não me contive. O Miro NUNCA foi rejeitado pela familia!! todos nós o amàvamos muito mas ele sempre sofreu e lutou contra depressão. Os pais estão passando por um inferno que não tem idéia de como lidar e escrever qualquer coisa parece ajudar, agora tente perder um filho e saber exatamente o que escrever. Porfavor, apague esse post. Ele não é verdadeiro ou justo e só trás mais sofrimento ainda para nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouviu um ditado que diz: "Nunca diga nunca".
      Eu acredito que ele devia sofrer e muito pra, um jovem tão saudável chegar a tirar a própria vida. Ele vinha fazendo tratamento pra que? Depressão. E porque? Por causa dos pais que não o aceitavam. Acredito que os pais preferiam tê-lo morto de que ter um filho homossexual. É uma pena pra ele que perdeu a sua vida. Mas acho que eles (os pais) ainda terão que responder pelo sangue do próprio filho.
      Se é parente ou não isso agora não faz diferença alguma.
      Agora "inferno" eles ainda vão passar. Pois isso não termina assim. Vai vir o julgamento de Deus. Desse sim. Eles terão que explicar pra Deus porque rejeitaram o próprio filho. A ponto do filho tirar a sua própria vida. Não sou parente e já tive uma impressão desses que se apresentam como pais. Preciosos e amáveis Pais

      Excluir
  2. Mirella Lippi eu apenas postei aqui o que esta em todos os sites.....a dor de perder um filho deve ser terrivel indescritivel peço perdão a familia e de certa forma vc esta aqui como prima pra falar que ele sofria de depressão e que ele nunca foi rejeitado pela familia ...e eu posso imaginar o quanto todos estão a sofrer...
    Obrigada minha querida por ter entrado aqui e colocado abaixo deste post a verdade sobre a Morte do Miro!!
    Um beijo em teu coração e no de todos os familiares que sofrem com a dor da falta deste Rapaz!

    ResponderExcluir
  3. Convivemos com o Pastor Renato e família durante sua temporada aqui no RN, sendo testemunha capaz de poder garantir o muito amor que todos da família dedicavam a Miro, independente de sua opção. Infelizmente não são todos que conseguem vencer a depressão. Miro era um rapaz muito sensível e com um caráter peculiar. Foi muito amado e apoiado, tendo a família deixado o ministério aqui no Estado do RN para acompanhar o rapaz aonde ele quisesse ir. Nunca foi rejeitado, jamais abandonado e no momento a família só lamenta o acontecido, sofrendo todos os dias a perda dele. Não devemos ousar repetir que Miro era rejeitado pela família, quando os que conviviam sabiam que isso não acontecia.

    ResponderExcluir