6 de nov de 2013

DENÚNCIA: Pedofilia constatada entre as testemunhas de Jeová


 O júri de um tribunal norte-americano condenou as Testemunhas de Jeová da congregação de Fremont, na Califórnia, a pagarem cerca de 22 milhões de euros a uma jovem que terá sido abusada por um dos membros da instituição.
 Os membros do júri decidiram, em julgamento, que Candace Conti, atualmente com 26 anos, deverá ser indemnizada em seis milhões de euros como compensação pelos danos sofridos e em 16 milhões pelos danos morais.

Acima uma imagem subliminar de pedofilia encontrada em uma de suas literaturas, menino  é agarrado e segura o pênis, e o homem do meio sugestivamente parece fazer sexo oral.
 Candace contou em tribunal que, durante dois anos, foi abusada sexualmente por um membro da congregação de Testemunhas de Jeová de Fremont, nos Estados Unidos de América, da qual também fazia parte. Jonathan Kendrick, autor dos ataques, abusou de Candace, entre 1995 e 1996, quando a jovem tinha 9 anos de idade e está agora no centro do caso que envolve a maior indemnização paga a uma só vítima por abusos sexuais religiosos no país. Segundo o jornal "The New York Times", o valor estipulado em tribunal irá ser pago por Kendrick, condenado a pagar 60% da quantia, e pela "Watchtower Bible and Tract Society", organização que supervisiona as Testemunhas de Jeová, nos EUA. Pois é eles são contra uma infinidade de coisas,mas a pedofilia está no meio deles.

FONTE:
http://omisterioconsumado.blogspot.com.br/2013/04/pedofilia-nas-testemunhas-de-jeova.html 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário