11 de set de 2013

Quando Manipulação torna-se tão perigosa quanto á Guerra química


Os EUA encontrou a prova. Os testes mostram que o gás Sarin foi, de fato, utilizados na Síria durante o ataque químico em 31 de agosto.
Se isso vir como um choque? Óbvio que armas químicas foram usadas para matar milhares de civis,  A filmagem mostra claramente as crianças em convulsão e morrer bem debaixo dos olhos de seus pais, enquanto os médicos os lavava com água - a única coisa que podiam fazer naquele momento - eram evidências claras de que pessoas haviam sido envenenado.
Tantas questão que ainda precisa de uma resposta. Nós podemos fazer toda a especulação que queremos e jogar a culpa em quem nós encontramos mais provável ou pelo menos mais conveniente para os nossos "interesses nacionais". Mas o que temos aqui é a verdade. Algo que os EUA estão se esforçando para encobrir, e duvido muito que nós nunca saberemos o que realmente aconteceu lá fora. Apenas pedaços de uma história que merece uma cobertura completa.
Uma coisa é certa, porém: se Obama e seus colegas decidirem sobre um ataque militar na Síria,  não é porque eles se preocupam com as milhares de pessoas que morreram. Tão pouco por causa da" linha vermelha "que acaba de ser atravessada. Eu posso mostrar-lhe exatamente por  que a guerra química é apenas um pretexto, que o “Fantoche” governo dos EUA está usando para iniciar outra guerra.

Há duas histórias a fazer ondas no "lado negro" da Internet recentemente. Duas histórias onde o governo Norte Americano negou repetidamente, até que a evidência veio à tona e eles não tinham escolha a não ser admitir a verdade: os EUA usou armas químicas contra seus inimigos, mesmo que seja contra a lei (e contra a sua so- chamados de "princípios").
Em primeiro lugar, isso aconteceu em 2003, quando fuzileiros navais dos EUA lançaram bombas incendiárias á caminho para Bagdá. O comandante do Grupo Aéreo Marinha admitiu de 77 bombas incendiárias. Mark 77 (MK77) que é muito semelhante ao NAPALM.Os efeitos são quase a mesma coisa: elas queimam a carne e pele, até o osso. A única diferença é que a NAPALM feita a partir de Gasolina e Poliestireno, enquanto Mark 77 é feita a partir de Querosene e de Poliestireno.
Mas essa pequena diferença foi suficiente para determinar que um porta-voz oficial do governo  responder "não", quando perguntou: "Será que os EUA usaram NAPALM no Iraque?". Tecnicamente, a resposta estava correta. Não era a base de gasolina, mais de querosene que queimava as pessoas vivas.
Mas aqui é onde tragédia fica pior: quando os EUA pensaram que assuntos dessa natureza caíram no esquecimento, a questão foi escavado de volta à superfície. Em 2005, o MP Harry Cohen pediu ao governo dos EUA O uso das bombas incendiárias MK77. Logo Não havia de maneira nenhuma técnica de “Maquiar” os fatos,  fugir das responsabilidade por mais um massacre. Mesmo assim eles mentiram sobre isso.Descaradamente. Havia clara evidência de que as Mark77(MK77) Havia sido utilizadas, nessa área, mas uma mídia controlada pelo governo não ia fazer um monte de barulho sobre isso. Então, por que incriminar a si mesmo, certo?
Um incidente semelhante aconteceu em Fallujah em 2004. Marines dos EUA usaram fósforo branco contra insurgentes, em seguida, publicou os resultados dessa estratégia em uma revista publicada pelo Exército dos EUA, de Artilharia da Campanha.
Assim, a prova estava bem ali, escrito no papel, todos os detalhes incluídos. No entanto, o governo insistiu que não havia absolutamente nenhum uso de armas químicas. O fósforo branco foi usado apenas como um meio de iluminação durante a noite.
E eles achavam que podiam desaparecer com o assunto nefasto, sumir com ele cair no esquecimento. Mas o que eles esqueceram de levar em consideração é o poder ilimitado da Internet. Um blogueiro descobriu a prova em Campos Artilharia e tornou público. Pela primeira vez, o Departamento de Estado dos EUA, teve que admitir o uso de armas químicas. Eles não tinham outra escolha.
Então, agora oficial. O governo que  fala aos nossos ouvidos sobre a" linha vermelha "e os ataques militares contra esses criminosos assumindo, que usaram armas químicas e permitiu que suas próprias tropas para matassem seus inimigos usando os mesmos métodos desumanos.
Obviamente, eles não dão á mínima para as milhares de pessoas que morreram e que vai morrer no futuro próximo. Seus interesses são puramente geopolítica. E só não apenas os EUA sendo diretamente interessado na guerra civil da Síria. UE e todo o mundo árabe é tão envolvido nisso quanto nós, tentando descobrir uma estratégia que aperte o gatilho para á III Guerra Mundial.
Mas o que diferencia os EUA do resto dos jogadores é a maneira como o Governo usa a manipulação de massa para obter apoio público para seus crimes contra a humanidade. Você já ouviu o Obama falar em seus discursos apaixonados sobre a ”linha vermelha"? E como é inaceitável usar guerra química no século XXI? Estas palavras vêm de um homem que conhece as tropas americanas utilizando as Mark77 de fósforo branco no Iraque.
Estou horrorizado até mesmo em chegar a essa conclusão, mas a verdade é que agora ... a manipulação é uma arma tão eficiente quanto a guerra química. O discurso emocional,  tão eficiente que á maioria “Alienada chega á rejeitar quaisquer argumentos racionais, e que agora é utilizada como uma arma contra nós, seja cidadão Americano ou de pessoas de outras localidades mundo á fora.
Então, por favor, prometa-me o seguinte: sempre que você encontrar-se emocionado com as palavras que saem da Boca de um político qualquer ou seja Obama  (seja ele um democrata, um republicano
ou independente), fuja o mais longe possível dele. Procure os fatos reais. Os números concretos. Os argumentos racionais.
Se alguém usa emoções para chegar até você, ele esconde algo. Então, não desperdice seu precioso tempo em acreditar, em uma só palavra que ele está dizendo.
Posta por: Dimitri
"Os dias da América estão se esvaindo...o cavalheiro da fome se aproxima" Os ventos dizem: O Grande caíra aos pés do pequeno.
Frase de um desconhecido.

 Texto corrigido por: By Lorenzo
http://britocappa.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário