27 de jul de 2013

Pastor é preso na Costa Rica por realizar circuncisão de fiéis com tesouras


Pastor é preso na Costa Rica por realizar circuncisão de fiéis com tesouras
Um pastor da Igreja de Deus Evangelho Completo, na Costa Rica, foi detido pela polícia na comunidade de Santa Cruz, província de Guenfrenta Anacaste, a cerca de 280 quilômetros a oeste de São José. O religioso, de sobrenome Guitérrez, denúncias de abuso sexual e de circuncidar fieis com tesoura.
De acordo com o The Christian Post, o religioso teria abusado sexualmente de pelo menos quatro pessoas que frequentam a igreja liderada por ele. Um das vítimas seria menor de idade. Testemunhas afirmam que o pastor afirmava que estaria expulsando demônios de seus corpos através de unção de seus genitais.
Jornais locais relatam que um homem afirmou ter tido seu órgão sexual mutilado durante uma circuncisão feita pelo pastor. Para o procedimento, o religioso teria usado tesouras, analgésicos e gaze.
- Ele anestesiou minha genitália e, utilizando tesouras, fez dois cortes no meu prepúcio, o que provocou muito sangramento, depois fez um curativo com uma gaze – relatou a vítima, ao Diario Extra.
O supervisor nacional da igreja evangélica no país afirmou que suposto pastor foi suspenso de suas atividades.
- Quando recebemos as denúncias conversamos com ele e ele nos assegurou que a um deles ele havia feito uma circuncisão sem ser médico, aparentando tranquilidade. Estava atuando fora dos princípios que nos regem e não vamos tolerar isso, tomamos a decisão de suspendê-lo – declarou o líder nacional.
Investigado pela polícia, o pastor pode ser indiciando pelos crimes de abuso sexual e lesão corporal.
Por Dan Martins, para o Gospel+
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário