22 de jul de 2013

Alemanha aprova lei contra zoofilia e gera protestos


 

Kiok e sua cachorra Sissy. (Foto: Reprodução/ZETA)
A Alemanha aprovou nesta segunda-feira (4), uma curiosa lei que proíbe zoofilia no país, após polêmicas a respeito do tema ao longo do ano passado. Entretanto, apesar da multa, estimada em quase 25 mil euros, diversas pessoas protestaram em frente à Câmara de Berlim contra a decisão.

Representante do grupo zoófilo Zeta (Engajamento Zoófilo para a Tolerância e a Informação, na sigla em alemão), Michael Kiok afirmou que pretende recorrer à Justiça para anular a decisão.

Bibliotecário de Munique, Kiok mantém relações sexuais com Cissy, sua cachorra da raça pastor alemão, há pelo menos sete anos. “Nos sentimos como criminosos. Isto é tudo por causa dos fanáticos defensores dos direitos animais que pensam que nós magoamos os nossos companheiros”, disse, de acordo com o jornal “El País”.

Após um levantamento, o governo alemão afirma que cerca de 500 mil animais são mortos por ano, pouco depois de passarem por abusos sexuais. Os manifestantes de Berlim apresentavam cartazes com dizeres “amamos os animais”, “condenamos qualquer tipo de violência que possa causar sofrimento e nos machuca a alma ver animais sofrerem”.

Kiok, que já foi casado e diz ter percebido seu desejo por animais aos 15 anos, deixou claro que deverá recorrer à Suprema Corte da Alemanha para reverter a decisão. De acordo com o membro do Zeta, cerca de 100 mil alemães praticam zoofilia pelo país. “É mais fácil compreender os animais do que uma mulher, por exemplo”, encerrou o bibliotecário. 

http://br.noticias.yahoo.com/alemanha-aprova-lei-contra-zoofilia-e-gera-protestos-165037262.html
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário